• Tamanho da letra:
  • -A
  • +A

Início » Especiais

17.09.2017 | 21:50

 Compartilhe:

Câmara de Vereadores entrega solenemente o título de cidadão de Paulo Afonso a Abel Barbosa

Aprovado em 08/11/1984. Entregue em 15/09/2017

Da Redação

Câmara de Vereadores entrega solenemente o título de cidadão de Paulo Afonso a Abel Barbosa
Aprovado em 08/11/1984. Entregue em 15/09/2017

Foto: Antonio Galdino
Lisette, Francisco Bathomarco e vereadores com Abel Barbosa, cidadão de Paulo Afonso

Lisette, Francisco Bathomarco e vereadores com Abel Barbosa, cidadão de Paulo Afonso

 Esta é uma reportagem ESPECIAL, para registrar um fato histórico da maior grandeza quando, em uma noite inesquecível tornou-se público o reconhecimento do valor de um cidadão que há 67 anos deixou sua terra natal, amigos e afazeres do jovem morador do sopé da Serra dos Xucurus, índios habitantes de Pesqueira-PE para fincar suas raízes nas até então desconhecidas e ignoradas terras da Forquilha, no Estado da Bahia.

Foto: Antonio Galdino
Abel Barbosa chega à Câmara de Vereadores para ser homenageado

Abel Barbosa chega à Câmara de Vereadores para ser homenageado

Anos depois de intensa luta por ele liderada, a insignificante Forquilha, depois chamada de Vila Poty, que nem estava no mapa como escreveu um jornalista da Revista Manchete daquele tempo, transformou-se no grande polo de desenvolvimento regional conhecido em todo o mundo como o nome de Paulo Afonso.

 Abel Barbosa e Silva foi o mentor maior para que o desconhecido território de Forquilha se emancipasse e, por força da Lei Estadual 1012, de 28 de Julho de 1958 transformou-se no Município de Paulo Afonso que em 8 de Novembro de 1984, através de sua Câmara de Vereadores o reconheceu como Cidadão de Paulo Afonso comenda que só agora, em 15 de Setembro de 2017 foi-lhe entregue pública, solene e festivamente.
Sua bênção Chefe Abel, Cidadão de Paulo Afonso.

Entendendo o processo

Arq. Folha Sertaneja
Abel Barbosa e Silva

Abel Barbosa e Silva

 A Câmara Municipal tem, dentre os seus instrumentos em que homenageia pessoas ou instituições do município, moções e a aprovação de títulos de cidadãos do município, oferecidos a pessoas que não nasceram em terras do município mas, por atividades que realizou em benefício deste território, “em reconhecimento aos relevantes serviços prestados ao Município” passam a ser oficialmente aceitos como se nascidos fossem neste lugar.

 Esta ato solene é realizado em duas etapas. Na primeira, a proposta da homenagem é apresentada e votada pelos vereadores durante as sessões ordinárias da Câmara. A segunda etapa é a entrega em Sessão Solene, o que é acordado entre a Câmara e o homenageado e, em situações anteriores, a solenidade de entrega até já aconteceu em outros espaços fora do ambiente da Câmara, como resultado desse acordo entre a diretoria da Câmara e o homenageado.
Ultimamente estas solenidades têm acontecido no plenário Vereador Manoel Josefino Teixeira, da Câmara Municipal de Paulo Afonso.

Abel Barbosa e o titulo de Cidadão de Paulo Afonso

Arq. Folha Sertaneja
Título de Cidadão de Paulo Afonso concedido a Abel Barbosa em 8/11/1984

Título de Cidadão de Paulo Afonso concedido a Abel Barbosa em 8/11/1984

O ex-vereador de Glória e de Paulo Afonso por 22 anos e ex-prefeito em dois mandatos, num total de quase 8 anos, Abel Barbosa e Silva, nascido no sopé da Serra dos Xuxurus, em Pesqueira em 03 de Junho de 1928 e morador do município de Paulo Afonso desde o dia 04 de Setembro de 1950, teve o Título de Cidadão de Paulo Afonso aprovado pelo plenário da Câmara de Vereadores de Paulo Afonso no dia 08 de Novembro de 1984, na 7ª Legislatura deste Poder Legislativo, e foi assinado pelo presidente Metódio Nunes Magalhães, (já falecido), sendo o 1º Secretário o vereador Francisco Bathomarco Lima e o 2º Secretário o vereador Manoel Pereira Neto (já falecido).

Vereadores da 7ª Legislatura da Câmara Municipal de Paulo Afonso

A 7ª Legislatura da Câmara Municipal de Paulo Afonso, de 1º/01/1983 a 31/12/1988, era formada por 13 vereadores:
Antônio de Pádua Calado, Arnaldo Aderino Conceição, Francisca Barros de Souza Siebert, Francisco Bathomarco Lima, Frederico Fausto Agostinho de Melo, Evandro Araújo Paiva, José Ivaldo de Brito Ferreira, José Paiva de Souza, Manoel Pereira Neto, Maria José Barros Lins, Metódio Nunes Magalhães, Noé Pereira dos Santos, Paulo Lopis da Silva.
Nessa legislatura, os suplentes, Petrônio Barbosa, Alcione Almeida e João Francisco de Brito assumiram vagas deixadas José Ivaldo que foi eleito Prefeito de Paulo Afonso, Francisca Barros que foi eleita vice-prefeita e assumiram seus mandatos em 01/01/1986 e Noé Pereira dos Santos, falecido em 18/07/1986.
Em 08 de Novembro de 1984 a primeira etapa desse processo mas, por razões pessoais, Abel Barbosa nunca acordou para uma data em que receberia solenemente esta comenda.
Os anos, as décadas foram passando e a Câmara continuava tendo entre os seus projetos esta obra incompleta.

Conversando com o Cidadão Abel Barbosa

“Com ousadia e a liberdade permitidas pelo interlocutor levei um bom tempo, anos, para convencê-lo da necessidade de receber esta comenda, porque era um direito seu e porque a comunidade se questionava se ele, Abel Barbosa, com tão extensa folha de relevantes serviços prestados a este município, inclusive a luta vitoriosa para a sua emancipação política já tinha o título de Cidadão de Paulo Afonso. E ele, que já tinha esta comenda aprovada desde o ano de 1984 aceitou recebe-la solenemente embora a fragilidade dos movimentos nos seus 89 anos de vida lhe restrinjam muito a liberdade de ir e vir com naturalidade que ele gostaria” disse o professor Galdino.
E acrescentou: “Mas os méritos são do vereador Jean Roubert e sua equipe, da direção da Câmara, dos vereadores que aprovaram este ato, dos funcionários desta Casa Legislativa que o organizaram e dos familiares, especialmente do sobrinho Adalberto, conhecido como Peba, sua família, seu filho Edson Lucena e outros familiares”.

Foto: Antonio Galdino
Chegda de Abel no plenário da CMPA em 15/09/2017

Chegda de Abel no plenário da CMPA em 15/09/2017

 O grande dia do reconhecimento público. Aplausos, muitos aplausos

Dia 15 de Setembro de 2017, às 19 horas, a Câmara de Vereadores se encheu de amigos, admiradores e familiares de Abel Barbosa. Dentre muitos o seu eterno escoteiro Sebastião Leandro de Morais, o amigo chegado escritor João de Sousa Lima, Adeilda Xavier e Salvador, Lizette Alves, Josefa Bathomarco, Jocelina Campos e Rita, muitos da imprensa local para vê-lo, feliz e todos o aplaudiram de pé, por vários minutos, quando entrou no entrar no plenário da Câmara, apoiado pelos sobrinhos.

Vereadores presentes para a homenagem e os abraços

Foto: Antonio Galdino
11 vereadores presentes à homenagem a Abel Barbosa em 15/09/2017

11 vereadores presentes à homenagem a Abel Barbosa em 15/09/2017


A Sessão Solene, histórica da Câmara Municipal de Paulo Afonso, foi presidida pelo vice-presidente Albério Faustino Farias, (Bero do Jardim Bahia) e a mesa foi formada por ele, pelo 1º Secretário, Alexsandro Fabiano da Silva, (Leco) e para suprir a ausência da 2ª Secretária, o presidente convidou o vereador Pedro Macário Neto.
Além destes, estavam presentes os vereadores Antônio Alexandre dos Santos, Cicero Bezerra de Andrade, Edilson Medeiros de Freitas, Jean Roubert Felix Netto, Marconi Daniel Melo Alencar, José Carlos Coelho, José Gomes de Araújo e José Abel Souza.
Dentre outras pessoas convidadas pelo presidente da Sessão para terem assento no espaço do plenário estavam Lizete Alves dos Santos, ex-vereadora, eleita na 1ª Legislatura da Câmara em Outubro de 1958, Francisco Bathomarco Lima, ex-presidente e ex-vereador que assinou junto com o presidente Metódio, o titulo de Cidadão de Paulo Afonso a Abel Barbosa , em 1984 e Paulo Lopis da Silva, ex-vereador e ex-Chefe de Gabinete do Prefeito Abel Barbosa.

Breve história de Abel Barbosa e a emancipação política de Paulo Afonso

Foto: Ricardo Costa
Professor Antônio Galdino - presidente da ALPA

Professor Antônio Galdino - presidente da ALPA

 O professor Antônio Galdino da Silva, historiador, escritor, presidente da Academia de Letras de Paulo Afonso, apresentou uma síntese da vida e da importância de Abel Barbosa para Paulo Afonso, “cidade que ele inventou, com a aprovação da sua emancipação política, fruto de sua intensa luta ao lado de outros pioneiros, como Luiz Inocêncio, os irmãos Neto, Manoel, José e Antonio Netto, este último, avô do vereador Jean Roubert, D. Risalva e seu esposo Raimundo Toledo, Antônio Aureliano e muitos outros e Abel lutou por anos, na Câmara de Glória.

Arq. Folha Sertaneja
Antigas Prefeitura e Câmara Municipal de Glória

Antigas Prefeitura e Câmara Municipal de Glória

Na Assembleia Legislativa da Bahia, outros anos de luta junto aos deputados estaduais membros do seu partido, PTB, como Otávio Drummond e Clemens Sampaio e até da oposição, como Antônio Carlos Magalhães, da UDN, até que o Projeto de Lei defendido por Clemens Sampaio, na ALBA, foi aprovado e se transformou na Lei Estadual 1.012, de 28 de Julho de 1958, sancionada pelo Governador Antônio Balbino de Carvalho”.

Arq. Folha Sertaneja
Antigo prédio da Assembleia Legislativa da Bahia, em 1958

Antigo prédio da Assembleia Legislativa da Bahia, em 1958

 “Dessa luta intensa, iniciada ainda no início do ano de 1951 e somente concluída no início do segundo semestre de 1958, nasceu o município de Paulo Afonso.”

Abel foi prefeito de Paulo Afonso duas vezes no difícil período da ditadura militar. Primeiro, foi prefeito por um ano e cinco meses, de 14/05/1974 a 16/10/1975, porque ele era o Presidente da Câmara e, como não havia o vice-prefeito, o presidente da Câmara era o primeiro na linha de sucessão municipal e o prefeito Edson Teixeira Barbosa havia renunciado ao cargo.

Na segunda vez, ainda nos últimos anos do governo militar, Abel Barbosa foi indicado para o cargo pelo então governador da Bahia, Antônio Carlos Magalhães. Governou o município de 04 de Agosto de 1979 a 31 de Dezembro de 1985, quando passou o cargo ao prefeito José Ivaldo eleito nas primeiras eleições livres depois do governo militar.

Abel Barbosa sempre lamentou por não ter conseguido ser o prefeito de Paulo Afonso por eleições diretas, voto nas urnas. Isso foi sua grande frustração política.
Também tem sobre si a grande decepção de nunca mais ter sido reeleito depois que deixou a Prefeitura em 31 de Dezembro de 1985, embora ainda tenha tentado ser vereador algumas vezes depois desta data.

A palavra emocionada do afilhado, Edson, filho do seu amigo Pedro Mendes

Foto: Antonio Galdino
Edson Mendes, afilhado de Abel, filho do delegado Pedro Mendes

Edson Mendes, afilhado de Abel, filho do delegado Pedro Mendes

 A palavra emocionada do seu afilhado, Edson Mendes, filho do seu grande amigo Pedro Mendes, que foi delegado de Paulo Afonso por muitos anos em seus primeiros tempos, deixou Abel Barbosa bastante sensibilizado.

Edson Mendes que mora no Recife onde atua como professor da Universidade Corporativa do Banco do Brasil e é o Secretário Geral da União Brasileira dos Escritores, sediada na capital pernambucana veio para esta homenagem e para a posse do seu amigo, professor Antônio Galdino na presidência da Academia de Letras.

Igualmente emocionado, com muitos que estavam na Câmara, Edson lembrou da sua infância e disse: “Estou aqui de luto pois o último tio que eu tinha, tio Heleno, faleceu anteontem e eu vim do Recife acompanhando o seu corpo que foi sepultado no cemitério do Juá, onde ele nasceu e viveu toda a longa vida. De todos aqueles a quem admirava, os do tempo do meu pai, resta-me somente agora o Chefe Abel, tão amigo do meu pai, que quando meu pai morreu eu o adotei como meu segundo pai. O luto que me cobre a alma é aliviado pela alegria desse reencontro, em momento tão especial de tão importante e merecida homenagem a este homem, pioneiro de Paulo Afonso, da Escola de Remingthon de Datilografia onde estudei, do Grupo de Escoteiros Abel Barbosa, pioneiro entre os vereadores do Distrito de Paulo Afonso na Câmara Municipal de Glória onde pôde lutar para a emancipação de Paulo Afonso, entre os anos de 1954 e 1958, vereador incansável durante 22 anos, prefeito de Paulo Afonso por duas vezes, um eterno defensor dos interesses desta cidade, deste município. Por isso meu querido Chefe Abel, estou aqui, para lhe dar o abraço amigo que certamente daria o meu pai, seu grande amigo Pedro Mendes se aqui estivesse. O senhor, Chefe Abel, merece todas as homenagens!”

Foto: Antonio Galdino
Jean Roubert lê e entrega a Abel poema de Fernando Motta, da ALPA

Jean Roubert lê e entrega a Abel poema de Fernando Motta, da ALPA

Foto: Antonio Galdino
Vereador Jean Roubert - CMPA 15/09/2017

Vereador Jean Roubert - CMPA 15/09/2017

 O vereador Jean, neto do grande amigo Antônio Neto, fez existir esta festa

Coube ao vereador Jean Roubert Felix Netto, eleito pelo PTB, autor do projeto desta significativa homenagem fazer a saudação ao homenageado Abel Barbosa, fundador do PTB em Paulo Afonso nos idos de 1950 e intransigente defensor dos seus princípios no seu tempo de ativa militância política.

Abel Barbosa era também grande amigo de Antônio Netto, avô do vereador Jean que destacou essas “qualidades de grande amigo da família e de líder combatente sempre, na defesa dos interesses de Paulo Afonso, antes, durante e depois de sua emancipação, ao longo dos anos”.

Foto: Antonio Galdino
Vereador Jean Roubert e ex-vereadora Lizette entregam a Abel Barbosa placa título de Cidadão de Paulo Afonso

Vereador Jean Roubert e ex-vereadora Lizette entregam a Abel Barbosa placa título de Cidadão de Paulo Afonso

 Jean Roubert destacou “as marcas indeléveis da gestão de Abel Barbosa que criou o Creia, criou a Avenida Apôlonio Sales, onde antes era uma pista de pouso. Investiu muito na Educação que tinha como Secretária a Sra. Josefa Bathomarco, também aqui presente. Investiu no turismo a ponto de colocar o desconhecido município de Paulo Afonso em um programa chamado Caminhos da Bahia da Bahiatursa e Governo do Estado e, a partir daí, Paulo Afonso passou a ser conhecida em todo o mundo. Ele, modestamente, atribui esses méritos ao seu Diretor de Turismo e Comunicação da época, o professor Antônio Galdino”.

Foram muitos os feitos de Abel Barbosa, com gestor municipal e como vereador desta Casa durante 22 anos e dela também foi presidente. Paulo Afonso estava devendo a Abel Barbosa e Silva esta homenagem! Parabéns Chefe Abel por tantos ensinamentos que nos deixou!”

Flávio Henrique, o primeiro pauloafonsino no Poder Legislativo, saudou o pioneiro Abel

Foto: Antonio Galdino
Flávio Henrique, vice-prefeito de Paulo Afonso

Flávio Henrique, vice-prefeito de Paulo Afonso

 O vice-prefeito de Paulo Afonso, Flávio Henrique Magalhães Lima apresentou a mensagem em nome do Executivo Municipal e disse da sua “satisfação de homenagear o ex-prefeito e ex-vereador Abel Barbosa e Silva, exemplo para todas as gerações pela sua história e, dentro dela, sua luta, na tribuna, nos palanques, nas ruas, nas reuniões secretas na defesa da emancipação política de Paulo Afonso e, como o único pauloafonsino que se elegeu para um cargo no Poder Executivo, sinto-me muito honrado em saudá-lo em meu nome pessoal pela admiração que eu e toda a minha família temos pelo senhor, Chefe Abel e também em nome do nosso prefeito, Dr. Luiz Barbosa de Deus e de toda a sua equipe de colaboradores. Esta, sem dúvida é uma noite histórica para o Poder Legislativo e para o município de Paulo Afonso.”

Edson Alves Lucena, o sobrinho-neto

Foto: Antonio Galdino
Edson Alves Lucena, sobrinho-neto de Abel Barbosa

Edson Alves Lucena, sobrinho-neto de Abel Barbosa

O sobrinho-neto, Edson Alves Lucena, falou em nome da família e revelou ansiedade que o Chefe Abel demonstrava para receber esta comenda. “Ao chegar à sua casa, antes das 19 horas, ele já estava pronto, em pé, no portão, esperando. E nos últimos dias, me conta meu pai, Adalberto, conhecido como Peba, ele já demonstrava essa ansiedade e agradecia a todo momento ao professor Galdino por esta iniciativa ao vereador Jean Roubert por aceitar esta sugestão e adotar as providências para que esta homenagem acontecesse. Queremos então, em nome de toda a família, agradecer a esta Câmara, a todos os seus vereadores e funcionários que se empenharam para que ele aqui estivesse, feliz, sendo aplaudido por todos. Muito obrigado, aos amigos que vieram lhe trazer um abraço, aos amigos da imprensa, a todos. Muito obrigado!”.
Quase todos os vereadores presentes também trouxeram uma mensagem para Abel Barbosa em um tempo pequeno, para não cansar o homenageado, de saúde frágil.

Foto: Antonio Galdino
Vereador Antônio Alexandre -CMPA 15/09/2017

Vereador Antônio Alexandre -CMPA 15/09/2017

 Vereador Antônio Alexandre dos Santos

Antônio Alexandre disse que “mesmo com alguns problemas de saúde, não poderia faltar neste momento e vim lhe trazer o meu abraço e parabeniza-lo por toda a sua história e sua luta em prol da emancipação política e do desenvolvimento de Paulo Afonso. Esse título que lhe oi outorgado desde 1984 chega às suas mãos agora, em forma de homenagem do povo de Paulo Afonso”.

Foto: Antonio Galdino
Vereador José Abel, do Juá

Vereador José Abel, do Juá

Vereador Zé de Abel, do Povoado Juá

O vereador Zé de Abel foi à tribuna para dizer que “o meu pai, que se chama Abel, quando eu lhe disse que estaria hoje aqui nesta homenagem, mandou um grande abraço. ‘Dê um grande abraço em Abel e diga que ainda hoje me lembro dos tempos em trabalhava com ele nas suas campanhas eleitorais’, disse ele que foi um dos mais entusiasmados abelistas. Parabéns, Chefe Abel. Esta homenagem que há muito já era para ter acontecido e chega agora é muito merecida”.

Foto: Antonio Galdino
Vereador Marconi Daniel

Vereador Marconi Daniel

 Vereador Marconi Daniel

O vereador Marconi Daniel disse, ser ainda “muito jovem nessa caminhada mas tenho ouvido do meu pai, seu amigo, e de pessoas como o Sr. Sebastião Leandro de Morais, as melhores referências sobre sua luta, sua vida, sua história de mais de 67 anos morando em Paulo Afonso. Estou aqui para lhe prestar esta merecida homenagem a quem se doou durante os melhores anos e por toda a sua vida por este município”.

Foto: Antonio Galdino
Vereador Pedro Macário Neto

Vereador Pedro Macário Neto

Vereador Pedro Macário Neto

Também falou emocionado o vereador Pedro Macário que, do alto dos seus 77 anos de idade também acompanhou muitos anos da caminhada de Abel Barbosa na política em Paulo Afonso. “Durante dezenas de anos, Abel Barbosa foi o centro das atenções na política de Paulo Afonso, desde o 1954, ainda na Câmara de Glória. Paulo Afonso lhe deve muito gratidão e respeito.”

Foto: Antonio Galdino
Vereador Alexsandro Fabiano da Silva

Vereador Alexsandro Fabiano da Silva

 Vereador Alexsandro Fabiano da Silva

Também o vereador Alexsandro Fabiano da Silva, ao elogiar a trajetória política do ex-vereador Abel Barbosa e lembrando que o professor Galdino havia falado na produção de um livro para que a sua história sirva de exemplo para as futuras gerações, falou que “dia destes descobri que minha mãe estava escrevendo um livro e que ele já estava bem adiantado e entendi porque os escritores escrevem, é que eles serão sempre lembrados. Assim será com nosso querido Abel Barbosa, hoje aqui homenageado por esta Casa.”

Foto: Antonio Galdino
Vereador José Carlos do BTN

Vereador José Carlos do BTN

Vereador José Carlos, do Mulungu - BTN

O vereador José Carlos, eleito pelo Bairro Tancredo Neves, o Bairro Mulungu pelo qual tanto trabalhou o Prefeito Abel Barbosa, disse estar muito feliz que ele esteja recebendo essa homenagem. Certamente os moradores do Bairro Mulungu, o nosso hoje BTN, lhe têm grande apreço e admiração pela sua história de luta, pela sua vida.”

Foto: Antonio Galdino
Ex-vereador e ex-presidente da CMPA, Francisco Bathomarco, Xerém

Ex-vereador e ex-presidente da CMPA, Francisco Bathomarco, Xerém

 Francisco Bathomarco, Xerém, assinou, como 1º Secretário, o título de Cidadão para Abel Barbosa em 1984

O ex-vereador e ex-presidente da Câmara, Francisco Bathomarco foi muito aplaudido ao se convidado à tribuna da Câmara depois de dezenas de anos fora dela. Visivelmente emocionado mas contido, Francisco Bathomarco, filho do Sr. Luiz Inocêncio Lima, talvez o maior de todos os amigos de Abel Barbosa, falou pouco, contendo a grande emoção mas disse da alegria desse momento completando o que ele e seus pares iniciaram em 8 de Novembro de 1984, há 33 anos.

Foto: Antonio Galdino
Ex-vereadora da 1ª Legislatura - Lizette Alves dos Santos

Ex-vereadora da 1ª Legislatura - Lizette Alves dos Santos

Lisette Alves dos Santos, vereadora da 1ª Legislatura, eleita em 1958

Quem também falou desse dia histórico e lembrou da sua irmã, “Lindinalva Cabral e meu pai Severino Dentista, que eram seus amigos, e venho trazer o meu abraço, o meu aplauso por tão merecida homenagem. Estivemos, no meu tempo de vereadora em lados opostos mas nunca ninguém tem como não reconhecer o seu empenho, a sua luta, a sua disposição de buscar sempre o melhor para Paulo Afonso”.

Foto: Antonio Galdino
Vereador Albério Faustino, Bero, do Jardim Bahia, presidiu a Sessão Histórica

Vereador Albério Faustino, Bero, do Jardim Bahia, presidiu a Sessão Histórica

 Vereador Albério, o Bero, do Jardim Bahia, presidiu a Sessão Histórica

O presidente em exercício nesta Sessão Solene, vereador Albério Faustino Farias, conhecido como Bero do Jardim Bahia encerrou a sessão dizendo que “este momento histórico, que tive a honra e alegria de presidir, da entrega do título de Cidadão de Paulo Afonso ao Sr. Abel Barbosa e Silva, este pioneiro, ex-prefeito e ex-vereador de Paulo Afonso desde os tempos da antiga Glória, passará aos anais da Câmara como uma solenidade do maior significado, honrando este Poder Legislativo de Paulo Afonso.”

Abel Barbosa que de fato e de direito já se tornara Cidadão de Paulo Afonso desde 8 de Novembro de 1984, agora vê esse fato ser reconhecido oficialmente e trazido ao público, a todos os moradores da cidade e do mundo, pela mídia eletrônica, como o cidadão nasceu em outro lugar, chegou ao povoado, doou-se por ele, muda a sua história e dela se faz também filho amado.

Enviar por e-mail

Insira até cinco e-mails, separados por vírgula





Deixe um comentário






O comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.