• Tamanho da letra:
  • -A
  • +A

Início » Evangélico

04.02.2015 | 12:30

 Compartilhe:

Primeira Igreja Batista de Paulo Afonso constrói novo templo – visão, oração, exemplo e trabalho

A Primeira igreja Batista de Paulo Afonso é uma das pioneiras da cidade e foi organizada em 27 de janeiro de 1952

Francisco Nery Júnior -

divulgação
1ª Igreja Batista de Paulo Afonso

1ª Igreja Batista de Paulo Afonso

 A Primeira igreja Batista de Paulo Afonso, organizada em 27 de janeiro de 1952, tem como pastor Fernando César do O’Agra, casado com Michele Rezende do O’Agra e pai de André. Formado em teologia pelo Seminário Batista do Norte do Brasil, em Recife, turma de 1995, assumiu o pastorado da Primeira Igreja em 09.01.2011. Hoje, a igreja conta com 65 membros e 15 congregados.

Logo ao assumir o pastorado, o pastor Fernando observou a decadência e a insegurança das instalações da igreja localizada na Rua Riachuelo, no Centro de Paulo Afonso. Partiu, logo no ano seguinte à posse, em maio de 2012,, com fé e visão, “sem um tostão no cofre”, para a construção do novo templo. Poucos acreditavam que, em menos de três anos, os trabalhos de construção tivessem alcançado o estágio em que se encontram. Muitos taxaram a iniciativa de “loucura”.

De grande porte, falta apenas a colocação da fachada (já adquirida), com custo previsto de R$4.100,00, o piso do santuário de 150 m2, com custo previsto de R$5.500,00 e a cobertura do 2º andar, que abriga as salas do prédio de Educação Religiosa, com custo previsto de R$2.500,00. Cinco salas e dois sanitários já estão funcionando, faltando o sanitário das crianças e o dos cadeirantes.

Vale notar que todas as compras de material e a remuneração do pessoal da construção foram realizadas à vista, não havendo nenhum resto a pagar, nenhum débito e, o que é impressionante, algumas doações têm chegado voluntariamente de pessoas comuns e de empresários da comunidade. Os vizinhos, desde a primeira hora, têm estado apoiando e vibrando com os trabalhos de construção. Com choro, trabalho, suor e lágrimas, Fernando Agra semeou. Com um sorriso largo de realização, começa a ver os resultados.

divulgação
Pastor Fernando, da 1ª Igreja Batista de Paulo Afonso

Pastor Fernando, da 1ª Igreja Batista de Paulo Afonso

 Com os joelhos no chão – pastor e membros da igreja – o pastor concebeu um verdadeiro golpe de mestre: vendeu a desgastada casa pastoral e a pequena casa da zeladoria, próximas à igreja. Com apenas uma pequena parte dos recursos adquiridos, comprou e reformou um novo imóvel no Bairro Jardim Bahia onde passou a residir. O valor nominal deste imóvel equivale ao mesmo valor dos imóveis vendidos. Em outras palavras, o valor do patrimônio da igreja não se alterou em função da construção.

No decorrer dos trabalhos, as atividades da igreja não sofreram solução de continuidade graças ao caráter e à dedicação do Professor Gilberto, de saudosa memória, que colocou as instalações do Centro de Assistência Sete de Setembro, próximo à igreja, à disposição do pastor e dos irmãos sem nenhum ônus, sem nenhum compromisso de ressarcimento.

Milagres, para os que creem e cultuam a Deus, acontecem. Marcante a dedicação dos profissionais da construção que se dedicaram nas suas funções de corpo e alma, dando tudo de si como se estivessem construindo as suas próprias casas. Eles verão a recompensa. Para os que não estão ainda a enxergar a mão de Deus, O Senhor Todo Poderoso, na construção do novo templo e na liderança do Pastor Fernando, vale observar o que ele relatou ao ser interrogado sobre os milagres acontecidos – além dos já descritos, verdadeiros milagres: os pedreiros e serventes costumavam almoçar na obra e, depois, deitavam-se à sombra da cobertura para descansar. Isto todos os dias. Determinado dia, por pura e simples Providência, assim não procederam.

Com a barriga cheia e ansiosos pelo descanso costumeiro, haviam subido para a galeria convocados pelo pastor para tratar de detalhes da obra. Neste dia e nesta hora, o velho telhado entregou os pontos e veio abaixo. Desabou em cima do vazio onde teriam estado pastor e construtores, vazio providenciado por Deus.

Sabemos – escriba e leitores – que a obra não pertence aos homens. Deus está no comando e certamente veremos todos, crentes e eventuais descrentes, a conclusão do Templo da Primeira Igreja Batista de Paulo Afonso para melhor servir à causa das Boas Novas.

Enviar por e-mail

Insira até cinco e-mails, separados por vírgula





Deixe um comentário






O comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.