• Tamanho da letra:
  • -A
  • +A

Início » Evangélico

02.11.2016 | 14:35

 Compartilhe:

2ª Igreja Presbiteriana de Paulo Afonso comemora 20 anos de fundação

O Pastor Célio Miguel, seu fundador, foi o preletor

Antônio Galdino

2ª Igreja Presbiteriana de Paulo Afonso comemora 20 anos de fundação

Do livro Ig. Presbiteriana de P. Afonso, 62 anos de história
Zorildo(de saudosa memória) e Goretti em visita à igreja que ajudaram a construir

Zorildo(de saudosa memória) e Goretti em visita à igreja que ajudaram a construir

 Nos dias 29 e 30 de Outubro, a 2ª Igreja Presbiteriana de Paulo Afonso, localizada no início do Bairro Sal Torrado – Centenário, em Paulo Afonso, comemorou os seus 20 anos de fundação com uma série de conferências evangelísticas cujo pregador foi o pastor Célio Miguel da Silva, que era o pastor dessa igreja, quando ainda era apenas um ponto de pregação, no final dos anos de 1980. O pastor Célio Miguel há mais de duas décadas dirige a Igreja Presbiteriana do Farol, em Maceió e externou, em mais de uma oportunidade, a sua alegria em rever pessoas fundadoras desta igreja que hoje é dirigida pelo pastor José Weliton Pereira.

Foto: Antônio Galdino
Pastor José Weliton Pereira, da 2ª IPPA

Pastor José Weliton Pereira, da 2ª IPPA

Da programação também participou o conjunto Cantares, da 4ª Igreja Presbiteriana de Garanhuns.
Os cultos da série de conferência foram realizadas na noite do sábado, dia 29 e pela manhã e à noite do domingo, dia 30 de Outubro.

Homenagem aos pioneiros

Foto: Antônio Galdino
Homenagem ao presbítero Zorildo Moreira, já falecido

Homenagem ao presbítero Zorildo Moreira, já falecido

 

Ainda na manhã do dia 30 de Outubro e após a aprovação do Conselho da Igreja, presidido pelo pastor Weliton Pereira e do qual fazem parte os presbíteros Joabson Oliveira e Elias Santos, foram inauguradas salas de aulas e uma copa que receberam os nomes de pioneiros fundadores desta igreja.

Uma das salas homenageou o Presbítero, já falecido, Zorildo Moreira, engenheiro da Chesf em Paulo Afonso que acompanhou todo o trabalho de construção do templo e, ao lado da esposa, Goreti Maropo, coordenaram intenso trabalho social, especialmente com as crianças do Bairro Centenário. Outras duas salas de aulas receberam os nomes dos presbíteros Joabson Oliveira, também Presbítero Emérito daquela igreja, ainda em atividade e Elias Santos. Ambos começaram a atuar nesta igreja logo no seu início. Uma Copa também foi construída e recebeu o nome de Maria José da Conceição, em cuja residência começaram os trabalhos do ponto de pregação e da congregação desta hoje 2ª Igreja Presbiteriana de Paulo Afonso.

2ª Igreja Presbiteriana de Paulo Afonso – uma breve história

Foto: Antônio Galdino
Irmã Maria José. Em sua casa, tudo começou

Irmã Maria José. Em sua casa, tudo começou

“Tudo começou com a conversão da jovem Georgina Maria da Conceição Amorim, conhecida como Gina, em setembro de 1986, na hoje 1ª Igreja Presbiteriana de Paulo Afonso. Um mês depois, ela, as duas irmãs e uma prima já evangelizavam a família, inclusive a sua mãe, Maria José da Conceição, e alguns amigos.

Foto: Antônio Galdino
Pastor Célio Miguel da Silva

Pastor Célio Miguel da Silva

 No início de 1987, o pastor Célio Miguel da Silva, da Igreja Presbiteriana de Paulo Afonso, hoje 1ª IPPA, iniciou um Ponto de Pregação do Evangelho na residência de D. Maria José, a mãe de Gina.
Com o aumento do número de convertidos, o Conselho da IPPA resolveu alugar uma casa do irmão José Bezerra de Carvalho e ali instalar esse Ponto de Pregação que tinha programação regular às terças, quartas e sexta-feiras.

A partir de 1989, a Congregação Presbiteriana cresceu com o trabalho do então Diácono Zorildo Moreira e de sua esposa, Maria Goretti Maropo Moreira que realizava nos domingos à tarde um trabalho evangelístico e social com as crianças do Bairro Centenário e do Sal Torrado.

Acervo de Goretti Maropo
Goretti Maropo e as crianças do Sal Torrada na 2ª IPPA, antes da reforma

Goretti Maropo e as crianças do Sal Torrada na 2ª IPPA, antes da reforma

 

Nesse ano, o Secretário do Conselho da Ig. Presbiteriana era o presbítero Antônio Galdino da Silva que, assim como Zorildo Moreira, era funcionário da Chesf, atuando na Administração Regional da hidrelétrica em Paulo Afonso e juntos iniciaram ações junto à Diretoria da Chesf, cujo presidente na época era o Dr. José Carlos Aleluia (hoje Deputado Federal), para que esta empresa cedesse para a igreja as instalações desativadas de uma antiga cavalariça para ali ser construído um templo evangélico e melhorar a assistência que a IPPA já fazia às crianças da região.

Foto: Antônio Galdino
2ª IPPA na festa dos 20 anos

2ª IPPA na festa dos 20 anos

 

 O Engenheiro José Carlos Aleluia deixou a presidência da Chesf mas assegurou que o seu sucessor, Dr. Genildo Lima, assinasse, em 1990, o contrato de comodato cedendo esse terreno para a construção da 2ª Igreja Presbiteriana de Paulo Afonso. Quando a assinatura aconteceu, o Secretário do Conselho da IPPA era o presbítero Robson José da Silva Cruz e o pastor continuava sendo Célio Miguel da Silva. Hoje, Robson Cruz é também pastor e, depois de dirigir por muitos anos a 7ª Igreja Presbiteriana de Maceió, está trabalhando com o Pastor Célio Miguel que, há cerca de 25 anos, dirige a Igreja Presbiteriana do Farol, na capital alagoana.

Foto: Antônio Galdino
Conjunto CANTARES, da 4ª IP de Garanhuns, nos 20 anos da 2ª IPPA

Conjunto CANTARES, da 4ª IP de Garanhuns, nos 20 anos da 2ª IPPA

 

Os trabalhos de construção do templo e das salas de aulas levaram anos para serem concluídos. Somente em 27 de outubro de 1996, o templo é concluído e a Congregação, que estava sendo dirigida pelo Evangelista César Pereira de Souza, passa a ser a 2ª Igreja Presbiteriana de Paulo Afonso, sendo nomeado para dirigi-la o agora Pastor César Pereira de Souza.

Entre os primeiros passos do Ponto de Pregação na casa da irmã Maria José e a constituição da 2ª IPPA, foram dez anos de muita caminhada. Vinte anos depois, os pastores Célio Miguel da Silva e Robson Cruz, além do conjunto Cantares e de muitos pioneiros, estavam ali comemorando mais essa vitória, construída com muita fé, desde o seu primeiro momento.
(Fonte: Igreja Presbiteriana de Paulo Afonso – 62 anos de história nas margens do rio São Francisco, de Antônio Galdino da Silva – Ed. Poligraf – Maceió-AL – 2011 – páginas 187 a 192)

Enviar por e-mail

Insira até cinco e-mails, separados por vírgula





Deixe um comentário






O comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.