• Tamanho da letra:
  • -A
  • +A

Início » Regional

16.01.2017 | 14:07

 Compartilhe:

Um esclarecimento do site Folha Sertaneja

Republicando matéria com nota do grupo Chesfian@s

Redaçao da Folha Sertaneja

No dia 10 de janeiro circulou na net,(Facebook) no grupo Chesfian@s, uma nota citada por este jornal, sem entrar nos seus detalhes, dentro da matéria da falava da indicação no novo presidente da Chesf.
Houve, entre os leitores, alguém que entendeu alguma coisa errada e, para evitar essas “interpretações” decidimos republicar esta matéria, já fora de tempo porque o novo presidente da Chesf já assumiu, acrescentando, ao seu final, a nota publicada pelo grupo Chesfian@s, em sua íntegra. (Redação do jornal Folha Sertaneja – www.folhasertaneja.com.br)

Notícia publicada pelo site www.folhasertaneja.com.br no dia 11.01.2017 | 13:11

Nova mudança na diretoria da Chesf. Agora sai o seu presidente José Carlos Miranda
Sinval Zaidan, Chefe do Gabinete da Eletrobrás, será o novo presidente da Chesf
Antônio Galdino
Foto: Ashley Melo / JC Imagem

José Carlos Miranda - Presidente da Chesf
A notícia que chegou à net pelo Blog do Jamildo e está sendo reproduzida por outros sites da região de Paulo Afonso dá conta que o atual presidente da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), engenheiro pernambucano José Carlos de Miranda Farias deixa a presidência desta empresa na sexta-feira, 13 de Janeiro, às 17 horas, em solenidade de transmissão de cargo programada para acontecer na sede da Chesf, no auditório do Edifício André Falcão, em San Martin, no Recife
José Carlos de Miranda Farias será substituído por Sinval Zaidan Gama.
O evento contará com a presença do Ministro de Estado de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho.
Miranda foi diretor da EPE – Empresa de Pesquisas Energéticas, nos governos Lula e Dilma e depois foi indicado pela presidente Dilma, para presidir a Chesf tendo sido, segundo o Blog de Jamildo, “uma escolha pessoal da presidente Dilma”.
No governo Lula, quando a presidente Dilma Rousseff (PT) ainda era ministra de Minas e Energia, criou um grupo com representantes das empresas do Sistema Eletrobras. Nele, Miranda representava a Chesf. Esse grupo teve uma atuação importante na criação da Medida Provisória 10.144 de 2003, que depois se transformou na Lei Federal nº 10.848 de 2004, que criou novas regras para a comercialização de energia no País, tirou as estatais de energia do plano de privatização do governo federal e criou a EPE para ser o órgão da União com atribuição de planejar o setor elétrico.
Em 2005, Miranda havia assumido a diretoria de Estudos de Energia Elétrica da EPE, ficando na diretoria da estatal quando foi então nomeado presidente da Chesf.

Slnval Zaidan, o novo presidente da Chesf

O novo presidente da Chesf, Sinval Zaidan Gama, possui graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Pernambuco (1977), graduação em Administração pela Universidade Federal de Pernambuco (1984) e Doutorado em Engenharia Elétrica - pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2003).
Atualmente é Chefe de Gabinete da Presidência da Centrais Elétricas Brasileiras S/A. – Eletrobrás, tem experiência nas áreas de Engenharia Elétrica e Administração
Ele assume a presidência da Chesf no momento em que o presidente da Eletrobrás teria anunciado que do atual quadro de empregados da Chesf, de pouco mais de 4.700 empregados, ficariam na empresa apenas 2.500 e para estimular a saída destes mais de 2 mil empregados, quase 50% do quadro atual, estariam sendo criado programas de incentivos como o PAI, PDI e outros.
Sabe-se que a situação financeira da Chesf não é das melhores, a ponto de ter sido divulgada nesta terça-feira, dia 10, uma nota em que a empresa informa que não estará pagando a parcela de 50% do 13º salário de 2017 aos seus em Janeiro, como era habitual e oferece várias opções para isso, conforme publicou Jeanne Meire no Grupo Chesfian@s, em sua página do Facebook, dia 10/01, às 19:29h.
O clima na Chesf, inclusive na Regional de Paulo Afonso onde há poucos meses foram trocados o Diretor Administrativo da empresa e o Administrador Regional de Paulo Afonso, é de apreensão em uma ano de incertezas e com mais de 12 milhões de desempregados no país.

Íntegra da Nota publicada pelo Grupo Chesfian@s, em sua página do Facebook, dia 10/01, às 19:29h

✔A Diretoria da Chesf informa que, por questões financeiras, não realizará o pagamento do Adiantamento da Primeira Parcela (50%) do 13º Salário de 2017 para todos(as) empregados(as), neste mês de janeiro. No entanto, a Empresa reafirma o compromisso com o Acordo Coletivo de Trabalho - ACT 2016-2018, com as seguintes opções:

a) receber a Primeira Parcela (50%) do 13º Salário em conjunto com a gratificação de férias, para os(as) empregados(as) com férias concedidas entre os meses de fevereiro/2017 a outubro/2017;

b) receber no mês de julho/2017;

c) receber no mês de novembro/2017, conforme a legislação.

✔A escolha deverá ser formalizada no serviço SIPES-OPCAO, que estará disponível no ambiente PROD até o dia 10/02/2017.

Atenção para as observações:

• Para Empregados(as) com Férias em janeiro/2017: será realizado o pagamento em folha extra, com depósito até o dia 20/01/2017. Caso o(a) empregado(a) queira devolver esse adiantamento, poderá escolher pelas demais opções de recebimento (julho ou novembro) , até o dia10/02/2017. Com isso, o valor adiantado será descontado na folha de pagamento do mês de fevereiro/2017.

• Para Empregados(as) com Férias em fevereiro/2017: deverão formalizar sua escolha pela opção “a” até o dia 13/01/2017, para receber o adiantamento do 13º salário em conjunto com a gratificação de férias (no dia 30/01/2017).

• Para os empregados que não manifestarem sua opção por meio do serviço SIPES-OPCAO, o pagamento será feito em novembro/2017.

Enviar por e-mail

Insira até cinco e-mails, separados por vírgula





Deixe um comentário






O comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.