• Tamanho da letra:
  • -A
  • +A

Início » Local

19.04.2017 | 18:42

 Compartilhe:

O Sindicato dos Comerciários percorreu o comércio para lançar a campanha: "DEVOLVAM O NOSSO SÁBADO!

Assembleia dia 19 de Abril, às 19:30horas

Da Redação

divulgação
Adauto Alves e diretores do Sindicado dos Comerciários de Paulo Afonso

Adauto Alves e diretores do Sindicado dos Comerciários de Paulo Afonso

O Sindicato dos Comerciários percorreu o comércio de Paulo Afonso - BA., para lançar a campanha: "DEVOLVAM O NOSSO SÁBADO!

O movimento é contra a Lei Municipal Nº 1.355 vigente desde 17 de janeiro deste ano sobre a abertura do comércio, de segunda a sábado, das 08 às 18 horas, o que acaba com o descanso no sábado à tarde.

No início deste mês a CDL (Câmara dos Dirigentes lojistas) de Paulo Afonso publicou nas redes sociais uma nota informando aos lojistas deste município sobre esta nova Lei Municipal e orientando aos comerciantes que “havendo a intenção de abertura do comércio aos sábados até as 18:00, os lojistas devem comunicar ao órgão para que sejam tomadas as devidas providências, como a solicitação do policiamento do comércio”.

Em vista disso, o Sindicato dos Comerciários tem percorrido o comércio e lançado a campanha: "DEVOLVAM O NOSSO SÁBADO!

Segundo o site PA4, “A decisão foi tomada após recente pesquisa de campo, assim o horário experimental será testado. Atualmente, as lojas funcionam aos sábados das 8h às 13h, com a nova mudança as portas podem ficar abertas até ás 18h. O novo horário começa a valer no último sábado deste mês, próximo dia 29 de abril”.

divulgação
Adauto Alves, do Sind. Comerciários, (ao microfone)

Adauto Alves, do Sind. Comerciários, (ao microfone)

“A pesquisa foi realizada por entidades do comércio varejista em lojas locais de Paulo Afonso. O empresário Francisco Rodrigues Neto (Chico da Rio Malhas), disse que essa alteração de horário foi baseada em antigos pleitos da CDL e também de alguns empresários.”

“A decisão também sempre foi defendida pelo Prefeito Luiz de Deus, que mesmo antes de ser eleito, já se mostrava favorável. A proposta se arrastava desde 2011 e após seis anos vai começar a valer.”
Com posição contrária a essa decisão, a diretoria do Sindicato dos Comerciários, à frente o seu presidente Adauto Alves, questiona a medida e marcou Assembleia da categoria para às 19:30 horas para “iniciar a luta pela revogação dessa lei”.

Dentre outros argumentos, o presidente do Sindicato dos Comerciários, questiona “que benefícios reais isso vai trazer para os empresários que terão que pagar horas extras, haverá mais consumo de energia, maiores riscos quanto à segurança, com as lojas abertas? “Além disso, essa medida vai trazer grande desgaste aos comerciários que terão apenas o domingo para suas folgas semanais”.
O assunto deve ferver no plenário da Câmara de Vereadores na sessão da segunda-feira, dia 24 de Abril.

Enviar por e-mail

Insira até cinco e-mails, separados por vírgula





Deixe um comentário






O comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.