• Tamanho da letra:
  • -A
  • +A

Início » Política

20.09.2017 | 20:36

 Compartilhe:

Privatização da CHESF será debatida em audiência pública na Câmara de Paulo Afonso

Dia 09 de Outubro

Por: Luiz Brito DRTBA 3.913

Privatização da CHESF será debatida em audiência pública na Câmara de Paulo Afonso

Foto:João Tavares
Complexo de Usinas Hidrelétricas da Chesf em Paulo Afonso-BA

Complexo de Usinas Hidrelétricas da Chesf em Paulo Afonso-BA

 Políticos, técnicos, chesfianos e sindicalistas participam, no dia 9 de outubro, da audiência pública promovida pelo vice presidente da Casa Legislativa, vereador Bero do Jardim Bahia (PT), no plenário Dr. Manoel Josefino Teixeira, sobre a privatização da Eletrobrás e da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), anunciada pelo Governo Federal. Bero do Jardim Bahia, disse estar preocupado com os impactos da privatização da Chesf na região, tanto na área da economia como nas questões hídrica e ambiental. “Toda privatização prioriza o lucro e não o desenvolvimento da população. Serve, sobretudo, para atender aos interesses do capital estrangeiro, que vai querer controlar até a vazão do rio”, afirmou a parlamentar petista, reconhecendo que o setor elétrico brasileiro precisa de ajustes, mas isso não demanda a privatização.

Foto: Antonio Galdino
Vereador Albério Faustino, Bero, do Jardim Bahia

Vereador Albério Faustino, Bero, do Jardim Bahia

Através do Ministério de Minas e Energia, o Governo Federal planeja vender as ações da Eletrobrás, subsidiárias, empresas e usinas que formam o setor elétrico brasileiro, dentro do Programa de Parcerias e Investimentos (PPI). Pela proposta, apresentada esta semana, a União reduzirá a participação na Eletrobrás, ofertando cotas de ações no mercado financeiro. O capital social da Eletrobrás, fundada em 1962 e hoje o maior grupo do setor elétrico da América Latina, é de R$ 20 bilhões. No ano passado, teve um lucro líquido de R$ 3,5 bilhões e a receita líquida anual é de R$ 60,7 bilhões. Já a Chesf, criada em 1945, tem capital social calculado em R$ 9,7 bilhões, receita líquida de R$ 12,7 bilhões e teve lucro líquido de R$ 3,9 bilhões no ano passado.

Enviar por e-mail

Insira até cinco e-mails, separados por vírgula





Deixe um comentário






O comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.