• Tamanho da letra:
  • -A
  • +A

Início » Local

21.10.2017 | 15:42

 Compartilhe:

Prefeitos e representantes de municípios sedes de usinas hidrelétricas se reuniram em Paulo Afonso

Prefeitos falam da importância deste encontro em Paulo Afonso

Antônio Galdino com AC Zuca (maisdestaqueweb) e Ascom/PMPA

Prefeitos e representantes de municípios sedes de usinas hidrelétricas se reuniram em Paulo Afonso

Prefeitos falam da importância deste encontro em Paulo Afonso

ASCOM/PMPA
Reunião dos prefeitos da região em Paulo Afonso - 20/10/2017

Reunião dos prefeitos da região em Paulo Afonso - 20/10/2017

 Os contatos que o prefeito de Paulo Afonso em exercício, Flávio Henrique vem mantendo com outros gestores da região onde os municípios vêm sendo penalizados por terem cedidos terras dos seus territórios para a construção de grandes usinas hidrelétricas é uma ação que mostra o surgimento de uma nova liderança regional aceita a partir da mostra dos resultados de ações de Flávio Henrique no saneamento das receitas do município de Paulo Afonso e cujo trabalho repercutiu em outros estados como Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina para onde, ainda na gestão do prefeito Anilton Bastos, quando o prefeito de Paulo Afonso em exercício era o Procurador Geral do município e conseguir recuperar receitas importantes para o município de Paulo Afonso.

Agora, como prefeito em exercício, Flávio Henrique conseguiu reunir os municípios desta região com o objetivo de lutar pela recuperação de receitas e pela defesa do rio São Francisco e da Chesf.
A maioria dos prefeitos da região compareceu a esse primeiro encontro em Paulo Afonso que aconteceu no dia 20 de Outubro no auditório da Secretaria Municipal de Educação.

ASCOM/PMPA
Flávio Henrique, prefeito de Paulo Afonso em exercício

Flávio Henrique, prefeito de Paulo Afonso em exercício

Ali, Flávio Henrique mostrou através de slides e planilhas, as perdas sofridas por essas cidades, com mudanças de cálculos da CFURH (Compensação Financeira pela Utilização dos Recursos Hídricos), valor pago pela Companhia Hidroelétrica do São Francisco aos municípios onde foram construídas usinas hidrelétricas.

O prefeito em exercício conscientizou os colegas gestores sobre os valores que os municípios têm deixado de arrecadar anualmente, o que segundo ele, não tem sido observado pelo governo Federal.
“Nós não podemos nos calar, portanto temos o dever de cobrar o que é nosso de direito, para não continuarmos sendo penalizados com pacotes de medidas que só têm nos prejudicado”, observou.

No final do encontro, Flávio Henrique frisou: “As prefeituras devem estar atentas, pois temos o dever de melhorar nossas receitas, para que possamos realizar mais obras que atendam às necessidades dos munícipes ”. como destacou a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Paulo Afonso.

Foto: Antonio Galdino
Prefeitos da região reunidos em Paulo Afonso - SME/20-10/2017

Prefeitos da região reunidos em Paulo Afonso - SME/20-10/2017

 Estiveram presentes à reunião, prefeitos, secretários municipais, vereadores e representantes das Cidades de Paulo Afonso e Pilão Arcado (BA); Água Branca, Delmiro Gouveia e Piranhas (AL); Canindé de São Francisco (SE); Petrolândia e Jatobá (PE,)

O repórter Antônio Carlos Zuca fez, para o site destaquesweb, entrevistou os prefeitos que participaram desse encontro em Paulo Afonso e compartilhou o seu trabalho com o jornal Folha Sertaneja, também presente nesse encontro.

Flávio Henrique, Prefeito de Paulo Afonso, em exercício falou do objetivo da reunião:
“O objetivo dessa reunião é discutir assuntos inerentes a nós, municípios desta região, municípios dos Estados da Bahia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas, banhados pelo rio São Francisco, municípios alagados e sedes de usinas hidrelétricas.
A gente tem uma série de pontos em comum, problemas e situações geradas a partir da construção de empreendimentos, a partir do alagamento das áreas, de forma que esta reunião é muito importante para que a gente possa, nesses pontos em comum, discutir algumas soluções. Aqui estão sendo apresentadas e discutidas algumas situações que já tenham algum encaminhamento pra gente apresentar e pedir apoio político dos prefeitos e outras que estão sendo trazidas á baila para que a gente possa se posicionar, como por exemplo, a privatização da Chesf, a situação do rio São Francisco, enfim, é importante que os prefeitos desta região, que tem tudo a ver a este rio, com a história deste rio, que devem muito a este rio, participem também desse processo, deem sua contribuição e o seu ponto de vista à cerca de tudo que está acontecendo com a Chesf e com o rio São Francisco”.

Foto: Antonio Galdino
Pefeita Maristela, de Piranhas com o repórter Antônio Carlos Zuca

Pefeita Maristela, de Piranhas com o repórter Antônio Carlos Zuca

 A Prefeita Maristela, de Piranhas/AL, destacou “a grande importância do encontro destes municípios ribeirinhos do São Francico”:
“Esse encontro que meu amigo Flávio, prefeito em exercício de Paulo Afonso fez, é de grande importância, porque precisamos ter essa união entre os municípios que são alagados pela construção das usinas hidrelétricas e como muito bem foi colocado nestas falas, nós precisamos de mais união aqui no Nordeste e eu, Padre Eraldo e Flávio sempre temos ido a Brasília na defesa dos nossos municípios”.

Foto: Antonio Galdino
Prefeita Gorete Varjão, de Jatobá/PE

Prefeita Gorete Varjão, de Jatobá/PE

Já a Prefeita Gorete Varjão, de Jatobá/PE, ressaltou as dificuldades por que passam os municípios da região e a importância da união destas lideranças regionais:
“Foi muito bom o encontro que vai fortalecer nossa cidade, nosso município. Desde 2015 que estamos sem receber e com isto nós vamos ter força e representação. Já entramos na Justiça, já fomos à Brasília e ainda não conseguimos nada, porque, como Flávio disse, nós estamos sozinhos mas, junto com outros municípios eu tenho certeza que daremos um pontapé melhor.”

Foto: Antonio Galdino
Prefeito de Canindé do São Francisco, Ednaldo da Farmácia

Prefeito de Canindé do São Francisco, Ednaldo da Farmácia

 O Prefeito de Canindé do São Francisco, Ednaldo da Farmácia (como é conhecido em sua cidade) foi ainda mais enfático ao relatar das dificuldades de gestão dos municípios da sub-médio e baixo São Francisco, obrigados inclusive a demitir pessoal”:
“Num momento de dificuldade, esse encontro representa muita esperança. O que se vê aqui é um momento de esperança. Quero parabenizar pela atitude de Flávio de ter levantado essa tese, levantado essa bandeira, pra gente caminhar junto. Quando de trata de esperança, se trata de melhoria, se trata de melhores dias, de pão na mesa. É um momento de reflexão porque toda a nossa região está passando por momentos difíceis e precisamos fazer uma verdadeira reflexão, para onde vamos? Vamos dar um passo atrás, para a esquerda, para a direita. Nós estamos como no meio de uma mata, sem bússola. E não é só Canindé, não. O momento é de grande delicadeza mas vemos que é possível reverter toda essa história, esse momento de angústia, contanto que todos estejam unidos nessa palavra: compromisso, que estejam compromissados, e não venham pra cá apenas para tirar fotos mas que todos venham realmente trazer seus anseios, suas alternativas. Estou percebendo no olhar de cada um que todos estão lendo pela mesma cartilha, até porque o choro é linear. Todo mundo está precisando de toalha, todo mundo está precisando de pão na mesa e nada melhor que um momento deste para traçar caminhos, buscar mecanismos para que esta região venha sorrir melhor. Nós temos um potencial enorme com grandes produtores. Então, não podemos perder a oportunidade de dar uma guinada, dar uma alavancada, num só em nosso município mas em todo esse complexo do (sub-médio e) baixo São Francisco”.

Arq. Folha Sertaneja
Prefeito de Delmiro Gouveia, Padre Eraldo Cordeiro

Prefeito de Delmiro Gouveia, Padre Eraldo Cordeiro

 O prefeito de Delmiro Gouveia precisou extinguir cargos comissionados e enxugar projetos para gerir o município ainda com muitas dificuldades. Ao repórter Antônio Carlos Zuca, disse o prefeito Padre Eraldo Cordeiro: “Essa reunião foi uma iniciativa dos prefeitos daqui da região do alto sertão para discutir a situação crítica que estamos passando. Estivemos em Canindé do São Francisco no mês passado, e o prefeito disse, ‘Flávio nos convocou para gente discutir queda de receita, discutir a situação do rio São Francisco, revitalização, discutir a situação econômica que estamos passando, porque se continuar com esta situação, com essa queda acentuada de receita a cada mês, essa crise que não termina, claro que teremos muita dificuldade de continuar na gestão, fazendo os serviços essenciais que a população espera de todos nós aqui na região”.

Quem também atendeu ao convite de Flávio Henrique e participou do encontro foi a Prefeita de Petrolândia, Genialma Sousa que fez uma avaliação muito positiva de mais uma tomada de posições na busca de melhorias para a vida dos municípios da região onde foram construídas usinas hidrelétricas: “Muito importante esse encontro. O país passa por um momento muito difícil, crise econômica, mas esse encontro, especificamente, nós que temos uma produção de energia hidrelétrica em nosso município, e que sofremos um prejuízo com a implantação destas usinas, já passamos por momentos em que podemos estruturar os nossos municípios em uma situação que hoje a gente não tem como manter. Então, esse encontro é só o pontapé inicial, na verdade para continuar uma luta que já iniciou lá atrás para que a gente possa recuperar o que é de direito, o que é de direito dos municípios para manter a dignidade do povo de cada município, das cidades que estão representadas aqui hoje e das que não puderam comparecer, uma vez que nós não estamos tendo condição de dar o mínimo possível para manter estruturas tão boas que anteriormente a gente firmou nos municípios. O encontro é muito válido, precisamos de um Norte e como ‘uma andorinha só não faz verão’, precisamos sim, unir as forças. Cada município que tem o seu problema em particular com a sua produção ou com a área alagada, tem que estar aqui, lançando mão do trabalho que é correr atrás desta renda perdida para que possamos dar continuação a um trabalho de desenvolvimento para o povo de cada cidade que está aqui representada hoje.

O prefeito José Carlos, do município alagoano de Água Branca, disse que também o seu município passa por dificuldades com perda de receita e veio prestar solidariedade aos colegas prefeitos da região: “Foi uma reunião de grande importância, onde nós prefeitos estamos nos unindo para ver o melhor da receita. A gente teve uma perda terrível, de mais de 14% e estamos nos unindo para ter o melhor para cada município”.
(Antônio Galdino com AC Zuca (maisdestaqueweb) e Ascom/PMPA - Fotos: Antônio Galdino/Folha Sertaneja e Ascom/PMPA)

Enviar por e-mail

Insira até cinco e-mails, separados por vírgula





Deixe um comentário






O comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.