• Tamanho da letra:
  • -A
  • +A

Início » Cultura & Arte

31.10.2017 | 02:37

 Compartilhe:

A ALPA começa o projeto O Escritor vai à Escola e produz livro sobre o rio São Francisco

Escritores vão à Escola Municipal Manoel Nascimento Neto

Antônio Galdino

A ALPA começa o projeto O Escritor vai à Escola e produz livro sobre o rio São Francisco

Foto: Antonio Galdino
Escritores da ALPA vão à Escola Mun. Manoel Nascimento Neto

Escritores da ALPA vão à Escola Mun. Manoel Nascimento Neto

 A Academia de Letras de Paulo Afonso, embora os seus membros, na maioria professores, estejam em intensa atividade em seus empregos, já desenvolve alguns dos projetos propostos pela sua nova diretoria.

O primeiro deles é a produção de um livro de autores pauloafonsinos, membros ou não da ALPA tendo como tema o rio São Francisco. Chamado de Rio São Francisco em Prosa e Versos, a antologia reúne textos jornalísticos, crônicas e poesias e deverá ser lançado no início do mês de dezembro, com o apoio da Secretaria de Cultura e Esportes e da Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de Paulo Afonso.

Outro projeto é O Escritor vai à Escola, através do qual escritores de Paulo Afonso visitam escolas de Paulo Afonso, desde o ensino fundamental às universidades e ali conversam com professores e estudantes sobre suas obras e sobre a importância da leitura.

da ALPA
Escritores da ALPA vão à Escola Mun. Manoel Nascimento Neto

Escritores da ALPA vão à Escola Mun. Manoel Nascimento Neto

Esse projeto, coordenado pela professora, pedagoga Jovelina Ramalho, 2ª Secretária da ALPA foi iniciado no dia 27 de Outubro quando esta professora, acompanhada dos também escritores Antônio Galdino da Silva, presidente da ALPA e Socorro Araújo, Secretária Geral da ALPA estiveram na Escola Municipal Manoel Nascimento Neto, onde foram recebidos pela diretora Luciana Santos e pela responsável pela biblioteca Lúcia Nascimento que desenvolve ali um trabalho exemplar de incentivo à leitura e apoio aos alunos.

Foto: Antonio Galdino
Lúcia Nascimento, à esquerda, de vermelho

Lúcia Nascimento, à esquerda, de vermelho

 Lúcia Nascimento, contratada há mais de 15 anos pela Prefeitura de Paulo Afonso, passou os primeiros cinco anos realizando as atividades de serviços gerais nesta escola mas, há 10 anos vem realizando um trabalho na Biblioteca da Escola que tem atraído grande número de leitores novos que estão sendo multiplicadores do projeto Aventureiros da Leitura, através do qual ela interage com os seus pequenos leitores e tem obtido resultados animadores.

A ação de Lúcia Nascimento na biblioteca da Escola Manoel Nascimento Neto tem chamado a atenção de outros escritores como o poeta Marcos Antônio, pauloafonsino morador de Santa Brígida, que também já esteve visitando esta escola. Ali também já esteve o Professor Severino Alves de Oliveira Lima, o Secretário Municipal de Educação de Paulo Afonso, cuja secretaria também realiza outros projetos como o Dia de ler é todo dia, com atividades realizados ao longo de todo ano, em várias escolas da rede municipal, sob a coordenação da professora Maria do Carmo (Carmem).

Foto: Antonio Galdino
Escritores com alunos do 9º ano da Esc. Mun. Manoel Nascimento Neto

Escritores com alunos do 9º ano da Esc. Mun. Manoel Nascimento Neto

Na visita à Escola Manoel Nascimento, os escritores da ALPA deixaram livros, jornais e revistas doados pelo jornal Folha Sertaneja para a biblioteca e conversaram com os alunos do 9º ano, incentivando-os a criarem o hábito da leitura.

Os acadêmicos da ALPA conheceram casos interessantes e motivadores para o trabalho de Lúcia Nascimento, como do garoto Jefferson Pedro.
“Jefferson é aluno do 2º Período, da professora Vanúzia. Ele ainda não sabe ler, mas só com o título do livro me conta histórias fantásticas”, diz Lúcia sem conseguir conter a emoção que contagiou a todos nós.

A Academia de Letras de Paulo Afonso aplaude a ação desenvolvida pela Sra. Lúcia Nascimento, o seu amor ao que faz e viu como ela é querida pelos alunos que até a ajudam a organizar os livros e muitos estão sempre presentes ali.

Foto: Antonio Galdino
Alunos do 9º ano da Esc. Mun. Manoel Nascimento Neto

Alunos do 9º ano da Esc. Mun. Manoel Nascimento Neto

 Tão logo seja publicado o livro Rio São Francisco em Prosa e Versos, exemplares dele serão levados pela ALPA às escolas, universidades e bibliotecas de Paulo Afonso dentro dos objetivos deste projeto O Escritor vai à Escola que foi inspirado em dois grandes escritores brasileiros.: Monteiro Lobato e Castro Alves.

Monteiro Lobato deixou uma pensamento que diz: “Quem não lê, mal fala, mal ouve, mal vê”, apontando as limitações de quem não consegue buscar na leitura o próprio incentivo para continuar a caminhada na vida.

Já o poeta baiano Antônio de Castro Alves escreveu o poema O Livro e a América em que diz em uma de suas estrofes:
“Ao, bendito o que semeia,
Livros, livros à mão cheia
E manda o povo pensar.
O livro cainda n`alma
É germe que faz a palma,
É chuva que faz o mar.”

Enviar por e-mail

Insira até cinco e-mails, separados por vírgula





Deixe um comentário






O comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.