• Tamanho da letra:
  • -A
  • +A

Início » Local

02.11.2017 | 01:36

 Compartilhe:

190 chesfianos de Paulo Afonso aderem ao Plano de Aposentadoria da Eletrobrás e deixam a empresa

Dia 31 de Outubro, homenagem aos 60 que saem dia 06/Novembro

Antônio Galdino

190 chesfianos de Paulo Afonso aderem ao Plano de Aposentadoria da Eletrobrás e deixam a empresa

Foto: Antonio Galdino
60 chesfianos deixam a empresa em 06 de Novembro

60 chesfianos deixam a empresa em 06 de Novembro

 Aprovado pela diretoria da Chesf em 22 de Maio de 2017, o Plano de Aposentadoria Extraordinária da Eletrobrás (PAE) tem por objetivo alcançar a meta de “Excelência Sustentável” da Eletrobrás, dentro do seu Plano Diretor de Negócios e Gestão para o período de 2017 a 2021 (PDNG 2017-2021) e do pilar “Excelência Operacional”.

Segundo a diretoria da empresa “a implementação do plano é uma das medidas essenciais para o alcance dos objetivos estratégicos das empresas”.
Informa ainda a Chesf que “o PAE é destinado aos empregados com idade igual ou superior a 55 anos, que tenham pelo menos 10 anos de vínculo empregatício com a Empresa; estão aposentados ou em condições de aposentadoria; e também para os reintegrados e anistiados”.

Para a implementação deste plano, a empresa estabeleceu dois períodos de adesão ou de inscrição: um no período de 29 de Maio a 30 de Junho e outro, de 10 a 31 de Julho de 2017 e estabeleceu os seguintes parâmetros de incentivo à adesão:
1 – Incentivo indenizatório – a)com valores equivalente aos 40% do saldo para fins rescisórios do FGTS; b) equivalente ao Aviso prévio.
2 - Incentivo indenizatório complementar –
a)com valores de 50% sobre o valor do incentivo indenizatório para adesões realizadas de 29 de maio até 30 de junho de 2017;
b) valores de 30% sobre o valor do incentivo indenizatório para adesões realizadas de 10 de julho até 31 de julho de 2017.
3 - Incentivo indenizatório mínimo, no valor de R$ 175 mil.
Foi oferecida também assistência à saúde, com cobertura de 60 meses a partir da data do desligamento.

Foto: Antonio Galdino
Rosa de Lourdes, gerente de Recursos Humanos e Ieda Pereira

Rosa de Lourdes, gerente de Recursos Humanos e Ieda Pereira

 Em Paulo Afonso, segundo a Divisão de Recursos Humanos da Chesf, “190 empregados aderiram ao plano e começaram a deixar a empresa a partir do mês de Julho, sendo o maior número de saídas no dia 06 de Novembro, quando deixaram a Chesf 60 dos seus empregados. Em dezembro, outros oito servidores estarão também deixando a empresa”, diz Rosa de Lourdes, gerente de Recursos Humanos de Paulo Afonso.

No dia 31 de Outubro, a Chesf em Paulo Afonso reuniu estes empregados que aderiram ao PAE e deixam a empresa no dia 06 de novembro em uma tocante homenagem. Ali, recebidos por seus gerentes com quem trabalharam por até mais de 40 anos, os empregados receberam uma placa e os que completaram 30 ou 40 anos de serviço receberam também uma medalha pelo tempo de serviço.

Foto: Antonio Galdino
Marcelo Áureo, falando em nome do DGRP

Marcelo Áureo, falando em nome do DGRP

A solenidade foi conduzida pela gerente de Recursos Humanos de Paulo Afonso, professora Rosa de Lourdes Simões e dela participaram Marcelo Menezes, representando o gerente do Departamento de Gestão Regional de Paulo Afonso - DGRP antiga APA, Klewton Ferraz, que participava de reunião com a diretoria da Chesf e Elerson Carlos da Silva, gerente do Departamento de Operação Regional de Paulo Afonso, antiga GRP.

Foto: Antonio Galdino
Elerson Carlos, gerente do DORP

Elerson Carlos, gerente do DORP

 Os dois gerentes além de Rosa de Lourdes fizeram discursos de elogios aos trabalhos que cada um desenvolveu em sua área de atuação e da importância desse trabalho para o futuro da empresa. “Vocês plantaram sementes e estes frutos que já colhemos, ali semeados a cada dia, com dedicação, competência, está bem visível em cada luz que se acender nas casas dos nordestinos, dos brasileiros, nas linhas de transmissão que se espalharam por milhares de quilômetros e, para que isso acontecesse, os que trabalham na operação tiveram, em todo o tempo, o suporte, o apoio, dos outros colegas, que trabalham na área administrativa e juntos formamos essa grande família e sempre que quiserem apareçam em seus antigos locais de trabalho para rever os colegas e mostrar os lugares onde vocês trabalharam para os familiares e amigos”, disse Elerson.

Foto: Antonio Galdino

"Muito orgulho trabalhar numa empresa como a Chesf, por 30, 40, 50 anos e até mais..."

 

Foto: Antonio Galdino
Professor Francisco Nery Jr. recebe o crachá da Chesf de Elerson Carlos

Professor Francisco Nery Jr. recebe o crachá da Chesf de Elerson Carlos

 Entre os que deixam a Chesf estava o Professor Francisco Nery, ex-professor do COLEPA. Para ele, “hora de entrar, hora de sair. Torna-se tarefa fácil quando se trata de falar sobre a Chesf, aquela Chesf dos pioneiros leais. Tratamos da Chesf de Apolônio Sales, Alves de Souza, Marcondes Ferraz, Amaury Menezes e Paulo Moreira de Souza. Destacamos as nossas tratativas com essa Chesf que continuou com André Falcão, Oliveira Brito e João Bosco em Recife e Frederico Fausto, João Soares, Severino Silva e Arleno José de Jesus como parceiro em Paulo Afonso".
"A Chesf é maior do que todos os males e todas as crises. É a parceira-sócia dos recursos hídricos da região. Levantou-nos indiscutivelmente a padrões de desenvolvimento de destaque no Estado da Bahia e no Nordeste em geral. Paga-nos impostos e royalties. Mudou radicalmente a cara do Nordeste espoliado do Brasil".
"Pioneiros da segunda leva, estamos nos dando o direito de nos retirar. Contribuímos, sim, com a pujança de uma empresa que cresceu com a expertise de todos nós. A Chesf merece louvor. Merecemos nós algum reconhecimento. Afinal, triste da nação que não reverencia os seus heróis; os seus pioneiros, princípio de sobrevivência que até Adolf Hitler deixou registrado nas suas memórias”.

Ieda Maria Pereira, do DGRP, ex-orientadora educacional do COLEPA e atuante instrutora do CFPPA que desenvolveu trabalho muito elogiado pelos empregados da Gerência de Operação, muito emocionada, falou da sua alegria dessa convivência. “Foram tempos de grande crescimento pessoal, essa interação com a GRP e esse momento me deixa muito emocionada. Muito obrigada a todos vocês”.

Foto: Antonio Galdino
Leônidas Marinho e Georgiana, da Fachesf Paulo Afonso, tiraram as dúvidas dos aposentados

Leônidas Marinho e Georgiana, da Fachesf Paulo Afonso, tiraram as dúvidas dos aposentados

 Antes da solenidade de homenagens, o Agente da Fachesf em Paulo Afonso, Leônidas Marinho, falou da importância em requerer o benefício da aposentadoria Fachesf a fim de complementar a sua aposentadoria do INSS. Ele estava acompanhado da técnica Georgiana, de sua equipe da Fachesf, que explicou aos aposentados sobre o Saúde Mais que é plano que Chesf oferece aos que se aposentem nos próximos cinco anos após aposentadoria para os que constam do PAP, que é um plano da Chesf.

Enviar por e-mail

Insira até cinco e-mails, separados por vírgula





Deixe um comentário






O comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.