• Tamanho da letra:
  • -A
  • +A

Início » Cultura & Arte

25.11.2017 | 01:02

 Compartilhe:

Curso de Bacharelado em Arqueologia da UNEB realiza seminário sobre os 120 anos da Guerra de Canudos

Dias 21 e 22 de Novembro de 2017, na Casa da Cultura

Antônio Galdino com informações de Vitor Batista

Curso de Bacharelado em Arqueologia da UNEB realiza seminário sobre os 120 anos da Guerra de Canudos

Foto: Negrito
Abertura do Seminário 120 anos de Canudos

Abertura do Seminário 120 anos de Canudos

 Os 120 anos da história do Arraial de Santo Antônio do Belo Monte, fundado pelo líder popular Antônio Conselheiro (1830-1897), às margens do rio Vaza-Barris, Canudos, nos sertões da Bahia, tem merecido a atenção de estudiosos do Brasil e de outros países em novos estudos que levantam questionamentos sobre as informações levadas às gerações sob a ótica dos governantes, ao longo destes muitos anos.

Foto: Negrito
Profa. Dra. Cleonice Vergne

Profa. Dra. Cleonice Vergne

Os estudantes, professores e convidados trouxeram esse importante tema à discussão em um seminário de dois dias promovido pelo Curso de Bacharelado em Arqueologia da UNEB e realizado na Casa da Cultura de Paulo Afonso.

 

da net
Antônio Conselheiro

Antônio Conselheiro

O cearense Antônio Vicente Mendes Maciel, nascido em Quixeramobim, depois de perder entes queridos de sua família em desavenças por questões de terras com os vizinhos da família Araújo e de perder a mulher que o abandonou fugindo com um sargento da Polícia Militar, saiu como andarilho pelo Nordeste, até fundar o Arraial de Belo Monte, onde recebia escravos fugidos, trabalhadores rurais e ali conviviam todos em harmonia numa comunidade onde tudo era compartilhado, o trabalho era em mutirão, todos usavam a terra de forma coletiva e se dedicavam às orações. Ali, tudo era de todos e esse sistema de vida independente dos governos municipais, estaduais e federal era também uma afronta para o coronéis fazendeiros, grandes latifundiários da época.

Foto: Negrito
Professor Alcides Modesto

Professor Alcides Modesto

E o governo federal, de uma república que mal começava, decidiu destruir o que seria, para eles apenas uma “insurreição de sertanejos”.
E foi preciso de muita força, muitos homens em quarto expedições militares e armas poderosas para destruir Canudos caiu definitivamente sob o intenso bombardeio dos canhões do exército republicano, às ordens do governo civil de Prudente de Morais, como narra Euclides da Cunha em seu livro Os sertões.

Foto: Antonio Galdino
Estudantes e colaboradores do Curso de Arqueologia da UNEB

Estudantes e colaboradores do Curso de Arqueologia da UNEB

Os estudantes de Bacharelado em Arqueologia da Universidade do Estado da Bahia – UNEB - através do Diretório Acadêmico e por uma comissão organizadora formada por Vitor Batista, Renato Natan, Juliana Ribeiro, Larissa Cruz, Andrey Paiva, Naiane Costa, Joao Paulo Araújo, Socorro Araújo e Denise Oliveira e a colaboração dos discentes do curso de Bacharelado em Arqueologia e de alguns docentes: Profa Dr. Cleonice Vergne, Profa Ma. Jamile Silveira, Prof Esp. Rildo Santos e o prof Me. Jacques Fernandes decidiu organizar o seminário Canudos: da pré-história a história, 120 anos da guerra com o objetivo de promover discursões sobre o tema, como forma de compartilhar e rememorar a memória deste acontecimento.

Foto: Negrito
Profa. Suzana Menezes, diretora da UNEB-Campus VIII - Paulo Afonso-BA

Profa. Suzana Menezes, diretora da UNEB-Campus VIII - Paulo Afonso-BA

O seminário, composto de palestras, mesas redondas, exposição e exibição de filmes e documentários, foi realizado nos dias 21 e 22 de Novembro, na Casa da Cultura de Paulo Afonso, fortalecendo a parceria da Universidade do Estado da Bahia com Prefeitura Municipal de Paulo Afonso e mantendo a política de se continuar levando eventos acadêmicos para fora dos muros da Universidade.

A Cerimônia de Abertura teve uma mesa formada pela diretora da UNEB- Profa Ma. Susana Menezes Luz de Souza, presidente do IGH-MSPA, Professor Severino Gilson Peixoto, presidente da ALPA, Professor e escritor Antônio Galdino da Silva, diretor da Casa da Cultura historiador e escritor João de Sousa Lima além dos dois palestras da noite, Professora Dra. Cleonice Vergne, diretora do CAAPA e Professor Manoel Alcides Modesto Coelho.

Foto: Negrito
Professor Antônio Galdino

Professor Antônio Galdino

  A Profa. Dra. Cleonice Vergne desenvolveu a palestra A Pré-História em Canudos e o Professor Alcides Modesto, falou sobre A Guerra de Canudos no Contexto Brasileiro.

No dia 22/11, as 14:00, o escritor João de Sousa Lima iniciou o segundo dia do Seminário com a palestra Canudos em Fragmentos, seguida da exibição dos documentários e filmes sobre Canudos.

Foto: Antonio Galdino
Mesa Redonda 2º dia Seminário 120 anos da Guerra de Canudos

Mesa Redonda 2º dia Seminário 120 anos da Guerra de Canudos

O evento foi encerrado na noite do dia 22 de Novembro com a Mesa Redonda intitulada Conflitos Sociais em Canudos, tendo como conferencistas as Professoras Ms. Jamile Silveira, Elillia Camargo e a Mestranda Alzení Tomaz e a Palestra do Prof Ms. Antônio Galdino, intitulada 120 anos da Guerra de Canudos.

Foto: Antonio Galdino
Seminário 120 anos de Canudos - Casa da Cultura - Paulo Afonso-BA

Seminário 120 anos de Canudos - Casa da Cultura - Paulo Afonso-BA

 O seminário contou com a participação maciça dos discentes da UNEB, tendo representantes de todos os cursos deste Departamento de Educação da UNEB em Paulo Afonso e a presença marcante de muitos professores que prestigiaram o evento, como Profa Lucia Teixeira, Profa Fatima Brito, Prof Bruno Heim, Profa Joelma Bispo, Prof. Lucemário Xavier, profa Tâmara de Almeida, Prof Pedro Noberto, Profa Viviane Carvalho além dos técnicos universitários, Kedma Dourado, Arlindo Ferreira, Adriano Albuquerque, Gildemar da Conceição e Robério Lima.

Enviar por e-mail

Insira até cinco e-mails, separados por vírgula





Deixe um comentário






O comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.