• Tamanho da letra:
  • -A
  • +A

Início » Especiais

19.03.2018 | 23:56

 Compartilhe:

15 de Março de 2018. 70 anos da Chesf. Um dia de muitas emoções em Paulo Afonso

70 anos da Chesf: eventos em Paulo Afonso e no Nordeste

Antônio Galdino - Atualizada em 20/03, com mais fotos

15 de Março de 2018. 70 anos da Chesf. Um dia de muitas emoções em Paulo Afonso.  70 anos da Chesf: eventos em Paulo Afonso e no Nordeste

Foto: acervo Memorial Chesf Paulo Afonso
Antônio José Alves de Souza, primeiro presidente da Chesf - 1948

Antônio José Alves de Souza, primeiro presidente da Chesf - 1948

Foto: acervo Memorial Chesf Paulo Afonso
Apolônio Jorge de Farias Sales, criador da Chesf

Apolônio Jorge de Farias Sales, criador da Chesf

 Durante algum tempo um grupo de chesfianos de Paulo Afonso como o Engenheiro Flávio Motta (coordenador), Nely Patrícia, Maria Júlia, Matias Pereira, Fátima Araújo além dos gerentes de Departamento Regional, Lázaro Galvão e Elerson Carlos, se mobilizou para organizar uma programação, simples mas que fosse marcante, emotiva, para lembrar que a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco estava completando 70 anos de vida intensa, mudando radicalmente a história do Nordeste brasileiro com a chegada da energia de suas usinas às cidades e ao campo desde o final do ano de 1954, embora tenha sido inaugurada, oficialmente, em 15 de Janeiro de 1955.

E Paulo Afonso foi, desde o primeiro momento, o berço da Chesf, a mãe que agasalhou, nas entranhas da terra, a 80 metros de profundidade, no meio do paredão de granito, as suas máquinas geradoras da energia de que tanto o Nordeste precisava.
O esforço de todos os envolvidos valeu muito a pena.

Foto: Antonio Galdino
Memorial Chesf Paulo Afonso, 15 de Março de 2018

Memorial Chesf Paulo Afonso, 15 de Março de 2018

 Dia 15 de Março de 2018, o Memorial Chesf amanheceu enfeitado com as cores da Chesf. E ali, num clima de harmonia, muitas boas lembranças e até de intensa emoção em alguns momentos, prestou-se uma merecida homenagem à empresa redentora do Nordeste brasileiro.

Foto: Antonio Galdino
Torre da Chesf, chamada de

Torre da Chesf, chamada de "Mãe Velha", no Memorial Chesf

Às 8 horas, em frente ao Memorial Chesf de Paulo Afonso e da torre Mãe Velha, pioneira do sistema de transmissão da Chesf, um toldo acomodava os convidados e os protegia do sol que já chegava forte. Ali, o prefeito de Paulo Afonso, Luiz de Deus, chesfiano por muitas décadas, o presidente da Câmara, Marcondes Francisco, filho de chesfiano pioneiro, comandantes militares, autoridades civis e religiosas, a imprensa local e regional, ouviram e muitos se emocionaram, com a alvorada de fogos e o som da Sirene da Chesf que parecia voltar a tocar para chamar os operários para as obras, como era nos primeiros tempos. Foi a primeira grande emoção do dia.

Foto: Antonio Galdino
Hasteamento de grande pavilão nacional - 15/03/2018

Hasteamento de grande pavilão nacional - 15/03/2018

 Ao lado da torre Mãe Velha, ao som do Hino Nacional Brasileiro executado pela Banda da 1ª Cia de Infantaria, unidade do Exército sediada em Paulo Afonso desde 1954, foi feito o hasteamento de enorme bandeira do Brasil e todos seguiram para o auditório do Memorial Chesf, ao lado, onde outras emoções estavam preparadas.

Mensagens de evangélicos, católicos e espíritas acalmaram os espíritos dos muitos credos de chesfianos e descendentes unidos em harmonia em uma miscigenação cultural que se estabeleceu desde os primeiros tempos da empresa na região.

Foto: Antonio Galdino
Lázaro Galvão, gerente do Departamento de Gestão Regional da Chesf em Paulo Afonso

Lázaro Galvão, gerente do Departamento de Gestão Regional da Chesf em Paulo Afonso

Foto: Antonio Galdino
Luiz de Deus, ex-diretor do HNAS, da Chesf, atual prefeito de Paulo Afonso-BA

Luiz de Deus, ex-diretor do HNAS, da Chesf, atual prefeito de Paulo Afonso-BA

 Vieram os discursos e homenagens. O prefeito Luiz de Deus, chegando aos 80 anos, chesfiano muitos anos, médico, ex-diretor do Hospital da Chesf por mais de uma década voltou às suas origens. Falou da luta do homem para construir “esse patrimônio que é de todos os brasileiros, principalmente dos nordestinos”. E, para delírio e muitos aplausos dos que lotavam o auditório do Memorial Chesf, cerca de 200 pessoas, posicionou-se frontalmente contra o processo de privatização que se deseja impor à Chesf. “A Chesf, meus senhores, esse patrimônio de inestimável valor, construído com o suor e o sangue, a vida, de muitos nordestinos, não é para ficar nas mãos dos chineses ou de quer se seja. A Chesf, a grande redentora de toda essa região, é do Nordeste”.

Foto: Antonio Galdino
Elerson Carlos, gerente do Departamento Regional de Operação de Paulo Afonso

Elerson Carlos, gerente do Departamento Regional de Operação de Paulo Afonso

O gerente do Departamento de Gestão Regional de Paulo Afonso (DGRP) e o gerente do
Departamento Regional de Operação (DORP) falaram da grandeza da empresa, de suas muitas usinas hidrelétricas, dos mais de 20 mil quilômetros de linhas de transmissão e dos projetos de energia alternativa.

Foto: Antonio Galdino
Placa da Chesf entrege a funcionários pioneiros de Paulo Afonso

Placa da Chesf entrege a funcionários pioneiros de Paulo Afonso

 Dois outros grandes momentos de emoção foram preparados pela Comissão Organizadora da programação.
Em um deles, a Chesf homenageou muitos ex-empregados, ainda atuantes na comunidade, que trabalharam na empresa durante décadas e ainda dois de cinco funcionários ainda na ativa e já com mais de 50 anos na empresa.

A estes, foram entregues uma placa em acrílico com a mensagem: “Em reconhecimento pela longa trajetória de serviços prestados, obrigado por fazer parte da história da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco”. E ainda a frase do Dr. Sílvio Quintela, colocada no Monumento ao 1º Decênio da Chesf, inaugurado no Parque Belvedere em 15 de Março de 1958 que diz: “A fé, a tenacidade, o sacrifício e a união tornaram realidade o anseio de várias gerações”.

Foto: Antonio Francisco (Francisco Imagens)
Antigos chesfianos(aposentados) homenageados no Memorial Chesf, dia 15 de Março: Luiz de Deus, Regivaldo Coriolano, José Maria, Valdomiro, Ma. das Graças, Severino Alves, Ivalda Henrique, Antônio Galdino e Semir Hemetério

Antigos chesfianos(aposentados) homenageados no Memorial Chesf, dia 15 de Março: Luiz de Deus, Regivaldo Coriolano, José Maria, Valdomiro, Ma. das Graças, Severino Alves, Ivalda Henrique, Antônio Galdino e Semir Hemetério

Foto: Antonio Galdino
Jorge Pio, rodeado pelos netos e Adonel Gomes de Sá, com mais de 50 anos de trabalho, ainda na Chesf

Jorge Pio, rodeado pelos netos e Adonel Gomes de Sá, com mais de 50 anos de trabalho, ainda na Chesf

 Os funcionários homenageados ainda trabalhando na empresa e presentes no Memorial Chesf foram:
Adonel Gomes de Sá que está na Chesf há 52 anos e 06 meses e trabalha no DORP, em Paulo Afonso e Jorge Freire Feitosa, conhecido como Jorge Pio, que está nesta empresa há 53 anos e 04 meses e também trabalha no DORP, em Xingó. Outro antigo chesfiano, também com mais de 50 anos de empresa, Pedro Freitas, que trabalha na Divisão Jurídica do DGRP, assim como Adonel e Jorge, foi também homenageado pelos diretores da empresa no dia 16 de Março, em solenidade na Ilha do Urubu.

Além destes dois pioneiros ainda em atividade foram homenageados os aposentados da Chesf também presentes ao Memorial Chesf:
Antônio Galdino da Silva,(Professor, escritor - Presidente da ALPA), Luiz Barbosa de Deus (Médico - Prefeito de Paulo Afonso), Severino Alves de Oliveira Lima (Professor Silva – Secretário Municipal de Educação), Regivaldo Coriolano (Secretário de Turismo, Indústria e Comércio de Paulo Afonso), as ex-professoras chesfianas – Semir Hemetério e Ivalda Lúcia Henrique dos Santos, Sr. Valdomiro, Sra. Maria das Graças, Sr. José Maria.

Foto: Antonio Galdino
Representantes da Câmara, Prefeitura, Justiça Federal e Chesf de Paulo Afonso nos 70 anos da Chesf

Representantes da Câmara, Prefeitura, Justiça Federal e Chesf de Paulo Afonso nos 70 anos da Chesf

Foto: Antonio Galdino
Coral Chesf de Paulo Afonso

Coral Chesf de Paulo Afonso

 O outro momento muito tocante foi a apresentação do Coral Chesf de Paulo Afonso, regido por Sandro Rogério, que trabalha na área da Operação da Chesf e é formado por aposentados e amigos da Chesf. Ao abrir a sua apresentação cantando a Canção do Operário da Chesf, uma criação dos pioneiros Engenheiro Bret Cerqueira e D. Marieta Ferraz,(esposa do Engenheiro Otávio Marcondes Ferraz, diretor técnico da hidrelétrica) o Coral levou muitos às lágrimas e foram demorados os aplausos. Um baú de lembranças parece ter sido espalhado pelo auditório.

O Coral cantou outras belas canções e todos foram convidados para, na salão ao lado cortarem o bolo e cantarem Parabéns para esta empresa que ainda é o grande orgulho para os ex-empregados e para os que continuam fazendo com que a “luz de Paulo Afonso”, gerada nas águas do rio São Francisco continue levando vida e desenvolvimento para o Nordeste e para o Brasil.
Parabéns para a Chesf, 70 anos de vida, orgulho de todos os nordestinos!

Festa também no Recife, Itaparica, Xingó, na Ilha do Urubu (Paulo Afonso) e escritórios da Chesf em todo o Nordeste

As comemorações dos 70 anos da Chesf também aconteceram na sede da empresa, no Recife com a apresentação do Coral Chesf do Recife. O evento contou com a participação da Orquestra Criança Cidadã que executou peças eruditas e regionais do seu repertório e mensagens da diretoria a hidrelétricas.

divulgação
Lázaro Galvão, gerente do Departamento de Gestão Regional da Chesf em Paulo Afonso, com chesfianos de Itaparica

Lázaro Galvão, gerente do Departamento de Gestão Regional da Chesf em Paulo Afonso, com chesfianos de Itaparica

Foto: acervo Memorial Chesf Paulo Afonso

"Cassacos" chesfianos cavando os túneis da primeira Usina de Paulo Afonso

Em Paulo Afonso, o berço da Chesf, em cujo complexo, que inclui Itaparica e Xingó, estão instaladas sete grandes usinas hidrelétricas capazes de gerar cerca de 85% de toda energia de fonte hidráulica, de toda a Chesf ou mais de 8,5 megawatts dos pouco mais dos 10 mil megawatts gerados nas águas do rio São Francisco, principalmente.

Os eventos comemorativos dos 70 anos da Chesf se entenderam pela Regional de Paulo Afonso. Ainda na tarde do dia 15 de Março outras atividades aconteceram no Escritório da Chesf no Acampamento de Itaparica.

Ali houve hasteamento das bandeiras, momento cívico institucional, momento ecumênico, bolo e coquetel comemorativo dos 70 anos da hidrelétrica do São Francisco.

divulgação
Chesfianos na Missa em Ação de Graças na Ig. São Francisco, pelos 70 da Chesf

Chesfianos na Missa em Ação de Graças na Ig. São Francisco, pelos 70 da Chesf

À noite, em Paulo Afonso, foi celebrada uma Missa em Ação de Graças na Igreja de São Francisco, construída com o apoio da Chesf em 1949/1950.
No dia 16 de Março os eventos foram iniciados na Ilha do Urubu, com a presença de diretores da empresa. Ali estiveram os três atuais diretores da Chesf que trabalharam durante muitos anos nas usinas de Paulo Afonso como Roberto Pordeus Nóbrega - Diretor de Engenharia e Construção; João Henrique de Araújo Franklin Neto - Diretor de Operação e Joel de Jesus Lima Sousa - Diretor de Gestão Corporativa.

Foto: Antonio Francisco (Francisco Imagens)
Roberto Por Deus(DE), João Henrique(DO), funcionários Jorge Freire, Pedro Freitas e Adonel de Sá e Diretor de Gestão Joel de Jesus

Roberto Por Deus(DE), João Henrique(DO), funcionários Jorge Freire, Pedro Freitas e Adonel de Sá e Diretor de Gestão Joel de Jesus

Ali, além do momento cívico houve a cerimônia de entrega de medalhas aos chesfianos mais antigos na empresa, o descerramento da placa dos 70 anos da Chesf, palavras dos diretores e uma bela apresentação teatral do Grupo Roda da Baraúna, dirigido pela diretora de teatro Dolores Moreira, também filha de chesfiano pioneiro, já falecido.

Foto: Antonio Francisco (Francisco Imagens)
Diretores da Chesf: Roberto Por Deus(DE), João Henrique(DO) e Joel de Jesus(DG) apresentam Placa dos 70 anos da Chesf na Ilha do Urubu-Paulo Afonso-BA

Diretores da Chesf: Roberto Por Deus(DE), João Henrique(DO) e Joel de Jesus(DG) apresentam Placa dos 70 anos da Chesf na Ilha do Urubu-Paulo Afonso-BA

 “A Chesf contribuiu para o desenvolvimento socioeconômico da Região Nordeste e para a melhoria da qualidade de vida dos brasileiros. Isso se deu pelo fornecimento de energia que incentivou atividades importantes como a indústria e a irrigação no Rio São Francisco, o Rio da Integração. Falar nesse momento dos 70 anos da Chesf é falar de Paulo Afonso, onde tudo começou, o coração da Chesf, e aí nós temos que nos lembrar dos pioneiros que construíram os primeiros empreendimentos, as subestações e as linhas de transmissões. E graças a todos, a Chesf cresceu e se tornou gigante, sendo a maior geradora e transmissora do país”, destacou o Diretor de Operação, João Henrique Franklin.

Foto: Antonio Francisco (Francisco Imagens)
Peça/documentário sobre a Chesf foi apresentada na Ilha do Urubu e na Praça das Mangueiras

Peça/documentário sobre a Chesf foi apresentada na Ilha do Urubu e na Praça das Mangueiras

Esta peça foi reapresentada no evento Chesf na Praça, na noite da sexta-feira, dia 16 de Março, na Praça das Mangueiras, onde também se apresentou o Coral Chesf de Paulo Afonso (que esteve presente em todos os eventos da empresa na regional) e um show com artistas locais chesfianos, com especial destaque para os cantores Edemir Rodrigues, já aposentado e Severino Gomes (Bica), ainda trabalhando na empresa.

divulgação
Lázaro - DGRP (esq) e Elerson(dir)-DORP, com diretores da Chesf na Ilha do Urubu, 16 de Março 2018

Lázaro - DGRP (esq) e Elerson(dir)-DORP, com diretores da Chesf na Ilha do Urubu, 16 de Março 2018

As muitas atividades do septuagésimo aniversário da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco na Regional Paulo Afonso exigiu um esforço extra do novo Administrador Regional da Chesf nesta regional, Lázaro Luiz de Carvalho Galvão, empossado nesse cargo há pouco mais de um mês, no dia 1º de Fevereiro.

divulgação
Lázaro (APA) no aniversário da Chesf em Xingó

Lázaro (APA) no aniversário da Chesf em Xingó

Lázaro teve que ajustar a sua concorrida agenda para não faltar a nenhum dos eventos da Regional Paulo Afonso. Fez questão de participar de todos os eventos da Regional. Esteve em Xingó, na quarta,-feira, dia14 pela manhã.

Foto: Antonio Francisco (Francisco Imagens)
Chesf 70 anos - Diretores e convidados na Ilha do Urubu, em Paulo Afonso, 16 de Março

Chesf 70 anos - Diretores e convidados na Ilha do Urubu, em Paulo Afonso, 16 de Março

 Na quinta-feira, dia 15 de Março, dia do aniversário da Chesf participou da extensa programação durante toda a manhã em Paulo Afonso, à tarde estava no Escritório Administrativo da Chesf em Itaparica, município de Jatobá, em Pernambuco e à noite já estava em Paulo Afonso participando ativamente da Missa em Ação de Graças na Igreja de São Francisco.

Foto: Antonio Francisco (Francisco Imagens)
Chesf 70 anos - na Ilha do Urubu, em Paulo Afonso, 16 de Março

Chesf 70 anos - na Ilha do Urubu, em Paulo Afonso, 16 de Março

Na sexta, dia 16, o Gestor Regional da Chesf em Paulo Afonso (antigo APA), ao lado do Gestor de Operação, gerentes, funcionários da ativas, aposentados e convidados da Chesf acompanhou a diretoria da Chesf na programação na Ilha do Urubu, durante toda a manhã e à noite estava na Praça das Mangueiras aplaudindo o Chesf na Praça.

Foto: Antonio Francisco (Francisco Imagens)
Coral Chesf de Paulo Afonso, na Ilha do Urubu, dia 16 de Março/2018

Coral Chesf de Paulo Afonso, na Ilha do Urubu, dia 16 de Março/2018

Ainda no mês de Março estão programadas comemorações em Natal (20/03), Fortaleza (20/03), Teresina (23/03) e Sobradinho (23/03) e, ainda na região de Paulo Afonso, acontecerá evento programado para o dia 28 de Março, às 15 horas, no Sítio Histórico de Angiquinho.

No mês de Abril acontecerá uma palestra sobre os 70 anos da Chesf realizada pelo professor Antônio Galdino da Silva, em evento programado pela Academia de Letras de Paulo Afonso - ALPA que será realizado no dia 13 de Abril, às 19 horas, no Memorial Chesf de Paulo Afonso.

Enviar por e-mail

Insira até cinco e-mails, separados por vírgula





Deixe um comentário






O comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.