• Tamanho da letra:
  • -A
  • +A

Início » Regional

06.02.2019 | 21:38

 Compartilhe:

O empresário e economista Paulo Gaudenzi morreu na segunda-feira (4), aos 74 anos, em Salvador.

O Turismo de Paulo Afonso deve muito a Paulo Gaudenzi

Antônio Galdino com G1-BA

 O empresário e economista Paulo Gaudenzi morreu na segunda-feira (4), aos 74 anos, em Salvador.
Paulo Gaudenzi foi muito importante para o Turismo de Paulo Afonso

bahiavitrine.com.br
Paulo Gaudenzi, responsável pela divulgação do potencial turístico de Paulo Afonso

Paulo Gaudenzi, responsável pela divulgação do potencial turístico de Paulo Afonso

Faleceu na segunda-feira, dia 4 de Fevereiro, Paulo Gaudenzi, ex-presidente da Bahiatursa e ex-Secretário de Turismo da Bahia e que muito contribuiu para o conhecimento do potencial turístico de Paulo Afonso em todo o mundo.

O empresário e economista Paulo Gaudenzi que mudou a história do turismo no Estado da Bahia, seja como presidente da Bahiatursa, seja Secretário de Turismo por muitos anos, cargo que só deixou quando o PT assumiu o governo no Estado.

Este homem foi de grande importância para o município de Paulo Afonso dando todo o apoio ao prefeito Abel Barbosa para difusão da potencialidade turística de Paulo Afonso.

Coube a ele, quando ainda presidente da Bahiatursa enviar uma equipe de técnicos para fazer um projeto desse potencial turístico, a partir de centenas de fotografias que resultaram na criação do mapa turístico de Paulo Afonso e a inclusão deste município no programa Caminhos da Bahia, que possuía farta produção de folderes, vídeos e reportagens periódicas mostradas em grandes feiras de eventos de turismo no Brasil e em vários países da Europa e também nos Estados Unidos. O programa editou uma revista bilíngue onde estava Paulo Afonso, no tempo de suas belas cachoeiras.

Por conta desse apoio de Paulo Gaudenzi Paulo Afonso passou a fazer parte do roteiro de viagens internacionais da maior operadora de turismo do Brasil na época, a SOLETUR que fazia duas viagens por semana para Paulo Afonso, em roteiros rodo-aéreos em voos que saíam de São Paulo e Rio de Janeiro para o Recife e dali, de ônibus, via Garanhuns, para Paulo Afonso.

Acervo Prof. Galdino
Mapa Turístico de Paulo Afonso criado pela Bahiatursa na gestão de Paulo Gaudenzi

Mapa Turístico de Paulo Afonso criado pela Bahiatursa na gestão de Paulo Gaudenzi

E tudo começou com o apoio do então presidente da Bahiatursa, Paulo Gaudenzi que autorizou a vinda de uma equipe da Bahiatursa, com o jornalista, fotógrafo, o arquiteto conhecido como Buxa. Foram feitas centenas de fotos e Paulo Afonso ganhou o seu primeiro mapa turístico.

Foi também na gestão do Prefeito Abel Barbosa que foi criada a Associação de Guias Turísticos de Paulo Afonso – AGTURB/BA-PAV, que teve como padrinhos o Diretor de Turismo e Comunicação da Prefeitura, Professor Antônio Galdino da Silva e como madrinha a Sra. Socorro Magalhães, coordenada da Sala dos Visitantes da Chesf.

O município de Paulo Afonso deve muito ao economista e empresário Paulo Gaudenzi que levou os muitos atrativos turísticos de Paulo Afonso para todo o mundo através deste programa Caminhos da Bahia em sua gestão à frente da Bahiatursa e depois na Secretaria de Turismo do Estado da Bahia. (Antônio Galdino)

Jornal do Turismo
Paulo Gaudenzi, responsável pela divulgação do potencial turístico de Paulo Afonso

Paulo Gaudenzi, responsável pela divulgação do potencial turístico de Paulo Afonso

Atualmente, o empresário era vice-presidente de relações institucionais da empresa Salvador Destination, que fomenta o turismo na capital baiana. Gaudenzi deixa três filhos.

Por meio de nota, o prefeito de Salvador, ACM Neto, lamentou a morte de Paulo Gaudenzi e ressaltou a importância do empresário na época em que esteve à frente da Bahiatursa.
“Ele (Paulo Gaudenzi) foi um inovador, sempre dedicado às causas do nosso estado. Aos familiares e amigos de Paulo Gaudenzi, os meus sentimentos. Que Deus dê forças a todos neste momento de profunda tristeza”, diz o comunicado.

O superintendente da Bahiatursa, Diogo Medrado, também emitiu nota de pesar. No comunicado, Diogo diz que o empresário "foi um grande nome para o turismo da Bahia. Um gestor que se dedicou a propagar nossas belezas naturais para o Brasil e o mundo".

Também em nota, a Secretaria do Turismo da Bahia (Setur) manifestou pesar e se solidarizou com a família de Gaudenzi.
O presidente da Fundação Gregório de Mattos, Fernando Guerreiro, também lamentou a morte de Paulo Gaudenzi. "Era um homem de extrema sensibilidade e competência". Sempre aberto às novidades, tratou a cultura com respeito e inteligência", diz, em nota.

Durante a abertura dos trabalhos na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), na tarde desta segunda-feira, os deputados estaduais, o governador Rui Costa e outros representantes fizeram um minuto de silêncio no plenário, também em homenagem a Gaudenzi.

Nas redes sociais, amigos de Paulo Gaudenzi deixaram mensagens de pesar. "Vá em paz, querido amigo. Obrigado pelo legado que você deixa para o turismo baiano e brasileiro. Você sempre nos mostrou que o nosso turismo pode mais", escreveu um amigo.

O ex-secretário da Cultura e do Turismo da Bahia, Paulo Gaudenzi, foi enterrado, sob forte comoção, na tarde desta terça-feira (5), em Salvador.

O sepultamento foi realizado no Cemitério Jardim da Saudade, em Campinas de Brotas, por volta das 16h. Dezenas de familiares e amigos de Gaudenzi compareceram à cerimônia.

O empresário e economista Paulo Gaudenzi morreu na segunda-feira (4), aos 74 anos, vítima de um derrame cerebral. Ele estava internado no Hospital Português.
(G1-BA)

Enviar por e-mail

Insira até cinco e-mails, separados por vírgula





Deixe um comentário






O comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.


Table has no partition for value 1550841935